segunda-feira, 9 de janeiro de 2012

Convênio entre Prefeitura, Estado e Daesp garante utilização de 2.100 metros de pista no aeroporto Leite Lopes.

Prefeita Dárcy Vera comemora a conquista, que vem sendo buscada desde o primeiro ano do seu governo. Outra novidade anunciada por ela é que o aeroporto terá moderno terminal alfandegado.




A prefeita de Ribeirão Preto, Dárcy Vera, está comemorando as melhorias anunciadas e garantidas pelo Governo do Estado, por meio do Departamento Aeroviário do Estado de São Paulo (Daesp), que resultam, efetivamente, na internacionalização do Aeroporto Leite Lopes. O local ganhará novas estruturas viárias, como ampliação em mais de 500 metros de pista para pousos e decolagens e outros departamentos, que significam mais qualidade no atendimento aos passageiros e atividades comerciais.

Na manhã desta segunda-feira, dia 9, Dárcy Vera recebeu no Palácio Rio Branco, o superintendente do Daesp, Ricardo Volpi, que lhe informou sobre as novidades de infraestrutura para o Leite Lopes, que vão ocorrer por meio de contratos que serão assinados entre a Prefeitura de Ribeirão Preto, o Daesp e o Dersa (Desenvolvimento Rodoviário SP), uma empresa de economia mista vinculada à Secretaria Estadual de Logística e Transporte do Governo Estadual, que atuará como gestor na execução da infraestrutura que será mobilizada em favor do Leite Lopes.

Entre as melhorias anunciada pelo Daesp está a utilização de mais 500 metros de pista para pouso e decolagem, que afasta significativamente a curva de ruído que incomoda os moradores da região do Quintino Facci I. Com isso, segundo Volpi, aeronaves internacionais poderão descer em Ribeirão Preto. Haverá necessidade de desapropriação que ficará por conta do Governo do Estado de São Paulo. Para isso, já foi emitida ordem de serviço no último dia 3, para que a TAD Brasil construa o terminal alfandegário, uma reivindicação antiga dos que usam tanto o Leite Lopes para passeio e negócios.

“Hoje é um dia especial. Uma data vitoriosa: conseguimos o deslocamento da pista em mais 500 metros e a construção do terminal alfandegário. Esses são passos fundamentais para a internacionalização do aeroporto, que passa a contemplar passageiros internacionais e fretes”, declarou a prefeita Dárcy Vera. A Prefeitura, de acordo com ela, irá fornecer todas as informações necessárias para os serviços que serão realizados no local.    

Caberá ao Governo Municipal as obras de malha viária. “Vamos começar com a licença ambiental para atualizar as informações dos estudos de impacto ambiental, dando início ao licenciamento para a realização das obras. Depois disso começaremos a acionar os fornecedores que atuam neste segmento. A prefeita Dárcy Vera está feliz porque o Leite Lopes merece essas melhorias, pois um é dos mais importantes do país”, explica Ricardo Volpi.

http://www.ribeiraopreto.sp.gov.br/ccs/snoticias/i33principal.php?id=20949

Um comentário:

  1. alguem tem idéia , de onde sera construido o terminal de cargas??

    ResponderExcluir