quinta-feira, 30 de dezembro de 2010

Leite Lopes tem 2 voos com atraso superior a 1 hora.

Voos com atraso mínimo de uma hora.

Voo 5774 procedente do Rio de Janeiro que deveria pousar no Leite Lopes as 11:15 tem seu pouso estimado somente para as 12:30

O voo 5873 para Guarulhos que tem partida programada para as 11:45 tem sua partida estimada para as 13:00

Passaredo e TAM também cancelaram voos.

A passaredo cancelou pelo menos 4 dos seus voos no Leite Lopes. Os voos cancelados foram para Rio de Janeiro e Guarulhos. (No entanto o cancelamento foi programado com antecedência e passageiros acomodados em outros voos da empresa)

A Tam também cancelou seu voo do horário do almoço para congonhas este voo foi cancelado durante toda esta semana deve voltar ao normal dia 3 de janeiro.

quarta-feira, 29 de dezembro de 2010

Descaso e abandono do o aeroporto Leite Lopes tem nome e sobrenome Sr. José Serra e Cia...

Pesquisando notícias antigas encontrei uma reportagem do G1 sobre o aeroporto Leite Lopes na época da reforma da pista e seu alargamento para 45 metros. Eu particularmente nunca me conformei com o ESTÚPIDO acordo assinado entre o Ministério Público e o ESTÚPIDO ex governado e graças a Deus candidato derrotado a presidência José Serra. Este acordo impossibilita a ampliação da pista do Leite Lopes. (Este blog não tem fins políticos a critica ao governo é porque a competência para melhorias no aeroporto era e é de responsabilidade do Governo Paulista)

Graças a Deus este cidadão não se elegeu presidente, não que a pessoa eleita seja a melhor para nosso Brasil mas para ser melhor que José Serra não precisa se esforçar muito.

Eu fico imaginando como seria a situação da INFRAERO no possível governo Serra se o governador não dava conta nem do DAESP como ele melhoraria a INFRAERO se o maior aeroporto do DAESP que é o LEITE LOPES é cheio de problemas e gerido por um corpo técnico totalmente incompetente. Só de imaginar estas pessoas administrando aeroportos como o de Guarulhos, Congonhas me da medo. Eu prefiro nem pensar porque imaginar o padrão DAESP para a INFRAERO é rebaixar ainda mais o que já é ruim.
                                       
Notícia publicada em 07/02/2008 no G1.

Ribeirão-SP fecha acordo amanhã para ampliar aeroporto
O governador de São Paulo, José Serra (PSDB), deve assinar amanhã o Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) com o Ministério Público, em Ribeirão Preto (SP), que permitirá a ampliação do terminal de cargas do aeroporto Leite Lopes, na cidade paulista. Pelo acordo, o governo paulista vai desistir de ampliar a pista de pousos e decolagens, de 2,1 quilômetros para 2,7 quilômetros, inviabilizando a transformação do aeroporto em internacional da cargas.

Serra sempre declarou sua posição contrária à internacionalização do aeroporto de Ribeirão Preto. Apesar de nunca ter visitado a cidade após ser eleito, em visitas a outros municípios da região paulista, o governador afirmou que considerava o Leite Lopes como um bom aeroporto regional. No empreendimento, devem ser investidos R$ 10 milhões, já liberados pelo governo paulista, e a obra deve ser finalizada em três meses.


Infelizmente políticos como o Sr. José Serra fizeram nosso aeroporto ficar “esquecido” durante anos. Agora é depender da boa vontade, competência, persistência e determinação dos políticos locais entre eles a empenhada prefeita Dárcy Vera dos deputados Estaduais e Federais alem dos novos ministros de Ribeirão Preto que compõem o novo governo Dilma para tentar fazer alguma coisa por Ribeirão Preto.
 Durante sua campanha eleitoral José Serra fez duras críticas ao aeroporto de Londrina no Paraná que é administrado pela Infraero, acompanhe a notícia.

Notícia publicada por um jornal de Londrina/PR em 16/10/2010.

José Serra fica irritado com aeroporto de Londrina
O candidato à presidência, José Serra (PSDB), decolou em um voo fretado depois de 12h de espera de Londrina, durante a manhã desta sábado (16). A pista do Aeroporto José Richa ficou fechada por mais de dez horas entre sexta e sábado, em virtude do mau tempo. Quatro voos foram atrasados e três cancelados.
Por pouco, o tucano não perdeu um compromisso de campanha no Ceará. Antes de decolar, ele falou rapidamente com a imprensa e criticou a falta de infraestrutura aeroportuária da cidade londrinense. "Eu acho o cúmulo um centro urbano importante como Londrina não ter um aeroporto equipado, realmente não faz sentido", disse.

O problema enfrentado por londrinenses pelo menos sensibilizou o tucano e entrou na agenda política do presidenciável. Ele prometeu melhorias caso eleito. "Virei aqui já com um novo equipamento quando for presidente", concluiu antes de embarcar (com RPC TV/1ª Edição).

Eu não me conformo como José Serra teve a cara de pau de criticar o aeroporto de Londrina que é de competência da INFRAERO e é infinitamente melhor e mais equipado do que o de Ribeirão Preto de gestão do incompetente DAESP. Londrina é uma cidade tão importante quanto Ribeirão Preto, Ribeirão possuir cerca de ser 150 mil habitantes a mais que a cidade paranaense e também é sede de uma região com mais de 4 milhões de habitante e possui um aeroporto pobre, deplorável, esquecido e mau administrado. Será que José Serra nem sabia da situação do Leite Lopes para fazer criticas ao aeroporto de Londrina? Será que José Serra já utilizou o Leite Lopes?
Durante 4 anos o aeroporto de Ribeirão Preto era de sua total ("in") competência ele possuía verba, tempo e disponibilidade para equipar da melhor maneira possível o Leite Lopes  e dar o exemplo como se gere um aeroporto à INFRAERO no entanto o contrário foi feito. Optou-se por estrangular o aeroporto com um acordo absurdo com o Ministério Público, investiu-se muito abaixo do programado naquela maquiagem que fizeram no terminal do Leite Lopes que de nada resolveu para atender a atual e futura demanda local já que o “novo” aeroporto nasceu saturado já.
José Serra ainda queria que a população de Londrina acreditasse que ele equiparia aquele aeroporto, se ele não fez nada enquanto tinha competencia para fazer em Ribeirão o que ele faria pela INFRAERO? NADA....

Aeroporto Leite Lopes 23/12/2010

Fotos cedidas pelo FCANTERAS que as publicou no Contato Radar e estou reproduzindo aqui no Blog.


















Notícia Ao Vivo - Webjet voo 5775 - Duas horas de atraso


Aeronave que decolou para o Rio de Janeiro as 10:25, o horário inicial era as 8:20

Webjet voo 5775 com destino ao Rio de Janeiro  acaba de decolar do leite Lopes com 2 horas de atraso. Como a aeronave é a mesma que faz o voo de retorno di Rio e o vôo para Guarulhos as 11:45 atraso em efeito cascata garantido de pelo menos 2 horas para todos os passageiros com lugares nestes vôos...

A manhã do dia 29 de dezembro promete ser mais um dia de dificuldades para passageiros WEBJET voos atrasados.

O voo 5872 procedente do aeroporto de Guarulhos tinha pouso previsto para as 07:50 no entanto a aeronave decolou vôo de Guarulhos as 8:33 pousando em Ribeirão as 9:23. Em efeito cascata o vôo 5775 com destino ao Rio de Janeiro e partida as 8:20 teve sua partida confirmada para a 9:53 com pouso previsto no Galeão as 11:15 ou seja com mais de 1 hora e meia de atraso. Já o vôo 5774 que tem origem o Rio de Janeiro deveria pousar em Ribeirão Preto as 11:15 tem seu pouso previsto somente para as 13:00 já que a partida do Rio que inicialmente seria as 10:18 somente deve partir para Ribeirão Preto as 11:40.
Por conseqüência o vôo 5873 com destino ao aeroporto de Guarulhos que tem partida prevista para as 11:45 deve sofrer no mínimo atraso de 2 horas causando transtornos aos usuários WEBJET.
Qual seria o problema da WEBJET na manhã do dia 29 se o aeroporto de Ribeirão Preto opera normalmente e o dia está ensolarado?
Mais informações sobre demais vôos atualizadas em breve.
A TAM também confirmou que hoje o voo 3271 com destino a Congonhas está cancelado. No entanto este voo foi cancelado com mais de uma semana de antecedência e todos os seus passageiros foram convenientemente remarcados em outros voos disponíveis.

Passaredo também cancela 2 partidas e 2 chegadas no leite lopes agora no início da tarde. Os voos 2244 e 2245 com destino e origem Rio de Janeiro, foram cancelados pela empresa também os voos 2265 e 2264 com destino e origem o Aeroporto de Guarulhos. Segundo a empresa os cancelamentos foram previstos com antecedência e os passageiros já foram re-acomodados em outros voos.

Leite Lopes opera sem relógio e painel de voos em Ribeirão Preto

Jornal A cidade 29/12/2010.


Prefeitura afirma que cobrou Daesp sobre carência de itens básicos e para conforto do público.

O aeroporto Leite Lopes de Ribeirão Preto deve receber e embarcar cerca de 650 mil pessoas até o fim do ano, número que ultrapassa a população do município. No entanto, não tem itens básicos à maioria dos aeroportos, como painéis indicativos sobre os horários de chegadas e partidas de voos, um sistema de som eficiente, um restaurante ou postos de atendimento médico, da Polícia Militar ou Polícia Federal.

O local também não tem um dos símbolos mundiais dos aeroportos. "Nossa, cadê o relógio?", perguntou nesta terça-feira (28) a contadora Cláudia Trombella.

Falta também um aparelho de raios-X, que permita verificar o conteúdo das bagagens despachadas pelos passageiros. Esse equipamento existe na verificação das bagagens de mão, mas não nos itens que vão para o porão dos aviões.

Questionamento
A Cidade enviou nesta terça-feira (28) um e-mail à Prefeitura de Ribeirão Preto para perguntar se a administração tinha conhecimento dos problemas no aeroporto e se já havia entrado em contato com o Daesp em busca de alguma solução.

Em uma nota enviada ao jornal no fim da tarde, a assessoria de imprensa informou que "a Prefeitura de Ribeirão Preto trabalha junto ao Governo do Estado e ao Daesp para dar as melhores condições de conforto aos passageiros" e que "todas as reivindicações serão encaminhadas" aos responsáveis.

Bagagens vão  seguir sem raios-X
O Daesp (Departamento Aeroviário do Estado de São Paulo), que administra o aeroporto Leite Lopes, informou por meio de nota que o relógio e os painéis indicativos podem ser implantados em 2011. Sobre o raio-X de bagagens, disse que a fiscalização, no caso dos voos domésticos, "é de responsabilidade da empresa aérea".
O Daesp informou que "o passageiro deve informar a companhia aérea quando transportar produto ou objeto perigoso que possa colocar em risco a segurança do voo".

CONCLUSÃO: Como o incompetende do administrador tem a cara de pau de falar que tais equipamentos podem ser implantados? Este tipo de equipamento básico e barato é necessidade básica e pode ser adquirido inclusive sem licitação através de compra direta. Os funcionários do DAESP no aeroporto já estam cansado de passar informações desencontradas e eles mesmo já solicitaram tais equipamentos ao orgão que continua figindo que nada acontece. 
A impressão que fica é que o Governo do Estado faz de tudo para se livrar deste orgão inútil que é o DAESP.  

DAESP = INCOMPETÊNCIA + MÁ GESTÃO DO DINHEIRO PÚBLICO + INEXPERIÊNCIA + DISPLICÊNCIA + CABIDE DE EMPREGOS = VERGONHA.

terça-feira, 28 de dezembro de 2010

Noticia ao vivo - Competência e disposição de alguns funcionários soluciona problemas.

Gerente da Webjet e Tam solucionam problema de passageira.
Estive acompanhando de perto a situação de uma passageira que embarcaria para Guarulhos as 11:45 pela webjet para conexão em um vôo da TAM as 14:35 em Guarulhos. Com o atraso do vôo para Guarulhos da webjet a conexão seria perdida o que traria transtornos para a passageira.
A passageira chegou ao Leite Lopes por volta das 10 da manhã para embarcar para São Paulo as 11:45 com receio de perder o vôo por um atraso inesperado e já previsto do seu vôo da WEBJET a passageira estava disposta a comprar uma passagem pela Pantanal para Guarulhos no voo que sairia as 11:20. Após a garantia de que seu vôo saísse no horário a passageira desistiu da idéia de comprar uma nova passagem pois seu embarque seria garantido as 11:45 já que a aeronave que faria o voo seria a que alternou de Belo Horizonte e pousaria em Ribeirão Preto as 11:05 . No entanto não foi isto que ocor
reu e o voo sofreu atraso mínimo de 1 hora e meia  o que faria a passageira perder sua conexão pois a aeronave para Guarulhos tinha seu pouso previsto as 12:30 proveniente do Rio de Janeiro.

Neste momento o gerente de operações da Webjet, Alexandre, interveio no problema e conseguiu atender prontamente os problemas causados pelo atraso. O empenhado funcionário da empresa conseguiu solucionar o problema remarcando a passageira para um vôo no dia seguinte sem nenhuma taxa extra e mais do que isto, juntamente com o gerente da TAM em Ribeirão Sr. Danilo conseguiu a remarcação do vôo para seu destino final que seria com conexão em são Paulo também sem cobrança de taxas extras.
É importante parabenizar funcionários empenhados como estes que diante de um problema relativamente simples como este conseguem solucioná-los de maneira menos “dolorosa” e onerosa ao passageiro.

Outro ponto que vale a pena parabenisar é que a equipe da empresa que recebeu os passageiros do voo alternado de Confins/BH cordenados pela Sra. Valquiria atendeu prontamente todos os passageiros oferecendo voucher de alimentação, hospedagem, transalado até o hotel e taxi para os passageiros de Ribeirão Preto, os passageiros do voo alternado foram acomodados
em outros voos para confios sendo que alguns no voo 5710 das 15 horas que faz escala em SP e outros no voo 5897 direto para confins as 22:00.

Vamos esperar que a engenharia de malha da WEBJET consiga solucionar todos seus problemas operacionais e tenha um grande futuro em Ribeirão Preto.
2 ônibus levaram os passageiros para hoteis apos o voo com destino ao aeroporto de Confins/BH retornou para Ribeirão Preto.

Notícia ao vivo - Voo 5873 com atraso mínimo de 1 hora

O voo 5873 com previsão de partida para as 11:45 sofre atraso mínimo de 1 hora neste momento.

Notícia ao vivo - Funcionário confirma que motivo dos atrasos de hoje 28/12 foi a falta de tripulação.

O Funcionário Frederico do balcão de Chegk in da WEBJET acaba de informar que o motivo do atraso dos voos 5575, 5574 e 5873 com destinos a Rio de Janeiro e Guarulhos foi a falta de Tripulação.

NOTICIA AO VIVO - INFORMAÇÕES ERRADAS WEBJET BRINCA COM A BOA FÉ DOS PASSAGEIROS.

A revolta de muitos passageiros muitas vezes tem razão.

Conforme já citado anteriormente em outro post a WEBJET que inicialmente garantiu que o voo para Guarulhos partiria no horário as 11:45 já que a aeronave que vai fazer o voo seria a que alternou Ribeirão de Confins.

MENTIRA... a empresa acaba de informar que a aeronave que já encontra-se no Leite Lopes vai opear as 12:35 para Salvador e a aeronave que cumprirá o voo 5873 para Guarulhos deve chear em Ribeirão Somente as 12:30.

A empresa aparentente brinca com a boa-fé dos passageiros. Alguns como já citado cogitaram em comprar passagem por conta própria na Pantanal para Guarulhos em razão do possível atraso e foi garantido pela WEBJET que a aeronave que cumpriria a rota seria a que alternou Ribeirão Preto.

Os passageiros já tinham conhecimento que o voo para Guarulhos é operado pela aeronave que chega do Galeão em Ribeirão e como este voo atrasou mais de 1 hora naturalmente o voo para Guarulhos sofreria um enivitável atraso. A boa-fé do passageiro mais uma vez vai pro espaçõ pois não adianta uma das partes agir de boa-fé se a outra age reiteradamente de má-fé.

A empresa apesar de cobrar tarifas mais baixas do que as concorrentes não pode deixar de prestar o serviço adequado e justo ao seus passageiros. Se a empresa pretende ter clientes fieis é bom mudar sua postura ou então sua vida no Leite Lopes estará com os dias contados.

Porque será que a Passaredo que opera 20 operações diárias em Ribeirão Preto não enfrenta estes problemas?
Porque a Pantanal que até outro dia também tinha inúmeros problemas com sua malha também não tem estes problemas?
Qual será o problema da WEBJET?


Aeronave alternada de Confins pousa em Ribeirão Preto as 11:05. As primeiras informações seriam de que este equipamento seria utilizado no voo para Guarulhos as 11:45 mas segundo a WEBJET esta aeronave vai fazer a rota para Salvador e a rota de Guarulhos sairá com atraso mínimo de 1 hora.

Notícia Ao Vivo - Voo alternado de Confins pousa no Leite Lopes as 11:05

O voo que 5891 com destino a Confins em Belo Horizonte alternou Ribeirão Preto apos não conseguir pousar naquele aeroporto, a aeronave pousou em Ribeirão as 11:05. A aeronave segundo a WEBJET no aeroporto cumprirá o voo 5873 com destino a São Paulo Guarulhos.

Demais voos de outras companias decolam normalmente.
Voo da Pantanal operado em aeronave TRIP para Guarulhos que partiu pontualmente as 11:20.


Passageiros desembarcam em aeronave que alternou Ribeirão Preto apos não conseguir pousar em Confins. 


Movimento intenso no balcão da WEBJET empresa é a única que enfrenta problemas no aeroporto hoje.

Notícias ao vivo do Leite Lopes

WEBJET CONTINUA TENDO ATRASO EM SEUS VOOS.

Manha sem grandes transtornos no Lei Lopes. Após dias de problemas a empresa webjet tenta opera na dentro da normalidade em Ribeirão Preto, mas infelizmente não consegue.  A primeira partida do vôo 5775 para o aeroporto do Galeão no Rio de Janeiro ocorreu com atraso de 1 hora, o que prejudica por conseqüência os vôos 5774 com chegada em Ribeirão as 11:15 o que somente deve ocorrer bem mais tarde. Outro vôo com problemas foi o 5891 com destino a Confins em Belo Horizonte a aeronave decolou no horário as 8:50 no entanto o fechamento do aeroporto de confins fez com que a aeronave retornasse para Ribeirão Preto com previsão de pouso para as 11 da manhã.
Efeito cascata:
Para evitar maiores problemas na malha em Ribeirão o vôo que retorna de confins vai ser utilizado no vôo 5873 com destino a Guarulhos em São Paulo com saída programada para as 11:45. A informação foi dada pela agente do aeroporto Maira e confirmada pelo gerente de operações da WEBJET.

Movimento as 10:50 do dia 28/12/2010 no Leite Lopes

Alguns passageiros temendo o atraso para o vôo 5873 para São Paulo, já que a aeronave inicialmente programada para o voo seria a proveniente do vôo 5774 do Rio de Janeiro chegaria em Ribeirão Preto somente após as 12:30, e  como muitos destes passageiros tinham conexões ou compromissos inadiáveis em São Paulo manifestaram interesse em adquirir passagem por conta própria para Guarulhos pela empresa Pantanal que tem um vôo operando para o mesmo destino as 11:20 o que evitaria transtornos e prejuízos com a perda dos compromissos pré programados. No entanto a atendente do balcão de check in da WEBJET Maira bem como seu gerente de operações garantiram que o vôo sairia no horário em razão da utilização da aeronave que retornaria de Belo Horizonte vôo 5891 que não conseguiu pousar naquele aeroporto.

video


video

 

Leite Lopes "popular" estreia caos aéreo

FOLHA RIBEIRÃO


Voos atrasados ou cancelados aliados à falta de informação provocam superlotação do aeroporto de Ribeirão.

Neblina de manhã provoca fechamento do aeroporto por três horas e meia; passageiros da Webjet ficam revoltados

Voos atrasados ou cancelados, terminal de passageiros lotado, filas enormes no balcão, funcionários chamando clientes "no berro" e pessoas que abandonaram o avião com medo de uma "explosão" de pamonhas no bagageiro.
Esse era o cenário ontem no aeroporto Leite Lopes, de Ribeirão Preto. Antes do aumento de linhas e da estreia dos voos populares da Webjet, o terminal passava quase imune ao caos aéreo que atormentava aeroportos pelo país. Ontem, cerca de 20% dos voos atrasaram em Ribeirão, percentual semelhante ao dos outros aeroportos.
Devido à neblina, o aeroporto ficou fechado por três horas e meia. Ao menos 11 voos atrasaram e um, da Webjet, foi cancelado.
A nova empresa, aliás, foi o principal alvo de reclamações de usuários, que se amontoaram no guichê atrás de informações. O empresário Rodrigo Sampaio, 31, e a psicóloga Ana Laura, 29, estavam revoltados.
"É um absurdo. O mais grave é a falta de informação. Ninguém fala com a gente", disse Sampaio. Ele e Ana pretendiam embarcar às 8h20 para o Rio, mas o voo da Webjet foi cancelado.
O bancário Cristian Mesquita, 31, e a vendedora Bruna Oliveira, 28, que iriam no mesmo avião, enfrentaram problemas com a empresa já na véspera do Natal, quando tentaram embarcar no Rio para chegar a Ribeirão.
Além de não poder comemorar com os familiares, eles passaram a noite de Natal em um hotel, "com direito a um bauru frio, um refrigerante e uma ligação de três minutos para falar com os parentes".
Seis passageiros do voo das 12h30 também da Webjet com destino a Salvador não embarcaram porque não ouviram as chamadas.
O músico Carlin Rasta, 38, afirmou que aguardava pelo voo desde às 10h30. Por volta das 13h, fez o check-in e depois de 30 minutos o avião decolou. Sem ele.
"Eles fizeram a primeira chamada e fomos até o portão de embarque. Ficamos aguardando e quando vimos o avião já estava saindo. Vimos que eles estavam chamando o pessoal no berro. Acredito que, por isso, não ouvimos as chamadas."

Problemas foram pontuais, afirma Webjet.
Em nota, a assessoria da Webjet informou que os transtornos enfrentados pelos passageiros foram "pontuais" e causados por problemas técnicos -não detalhou quais- e meteorológicos.
Segundo a empresa, além de Ribeirão, houve atrasos e cancelamentos de voos também em Foz do Iguaçu (PR) e em Confins (MG) por conta das más condições do tempo. A Webjet disse ter tomado todas as providências com base em determinações da Anac (Agência Nacional de Aviação Civil).
Sobre a chamada de passageiros "no grito", a empresa afirmou que um dos dois microfones do Leite Lopes está quebrado e o outro tem o áudio muito baixo. Por isso, a recomendação da Webjet é que os atendentes chamem os passageiros também sem a utilização dos equipamentos de som do aeroporto.Já de acordo com o Daesp (Departamento Aeroviário do Estado de São Paulo), que administra o terminal de Ribeirão, o sistema de som está funcionando normalmente.
Os seis passageiros que perderam o voo com destino a Salvador, segundo a Webjet, seriam reacomodados em outra aeronave, sem a cobrança de taxas.
(Pior do que não aceitar a existência do problema é fingir que o aeroporto tem estrutura européia ).

O sistema de som do leite lopes já foi criticado no blog como deficitário na postagem. http://aeroportoderibeiraopreto.blogspot.com/2010/12/sistema-de-som-do-aeroporto-leite-lopes.html

Pacote de pamonhas faz voo da Webjet retornar a Ribeirão.
Um isopor com pamonhas quentes fez com que um voo da Webjet, com destino a Curitiba, retornasse ao aeroporto Leite Lopes, em Ribeirão Preto, na tarde de ontem, provocando pânico entre os passageiros.
A aeronave decolou por volta das 13h30 e, após 20 minutos, os passageiros foram informados que o avião iria voltar porque estava com problemas técnicos.
A estudante Jaqueline Jane Rocha Teixeira, 32, que estava no voo, contou que, logo depois do anúncio do comandante, alguns passageiros se desesperaram.
"O pessoal começou a falar que o avião ia cair, alguns começaram a chorar e teve até quem tirou o terço da bolsa e começou a rezar. Foram momento de desespero. Ninguém sabia ao certo o que estava acontecendo."
A aeronave voltou a Ribeirão e ficou cerca de 30 minutos sobrevoando o Leite Lopes para gastar combustível antes de pousar. Dez minutos depois, os passageiros receberam a informação de que uma caixa com pamonhas que estava no bagageiro tinha causado um superaquecimento. O comandante avisou ainda que o problema já estava resolvido e o avião iria decolar de novo.
"Eu não quis ficar de jeito nenhum lá dentro. Como pode em 10 minutos eles terem resolvido um problema técnico? Isso não é tempo suficiente nem para fazer uma vistoria decente", disse a dentista Ludmila Ventin, 30.
Segundo a Webjet, durante o voo, um sensor de temperatura acusou um aquecimento no bagageiro.
O piloto então decidiu voltar a Ribeirão. Técnicos inspecionaram o bagageiro e constataram que um isopor com pamonhas quentes estava ao lado do sensor. A bagagem foi retirada e o voo seguiu para Curitiba.
De acordo com a Webjet, 18 passageiros não quiseram reembarcar na mesma aeronave. Eles devem viajar hoje


Gazeta de Ribeirão Preto - 28/12/2011


Aeroporto fecha e Webjet leva passageiros de táxi à Capital

A Webjet, empresa aérea com passagens de baixo custo instalada no aeroporto de Ribeirão Preto, teve de fretar três ônibus de 46 lugares cada, um micro-ônibus de 23 lugares e 40 táxis para transportar passageiros do município para o aeroporto de Congonhas, na capital paulista.

Os passageiros estavam em um voo da empresa que foi cancelado por volta das 9h de ontem, por causa do mau tempo. As fortes chuvas fecharam o aeroporto para aterrissagens e decolagens entre as 7h30 e as 9h25. Até as 12h34 apenas decolagens por instrumentos eram permitidas.

Segundo o Daesp (Departamento Aeroviário do Estado de São Paulo), 11 voos saíram atrasados de Ribeirão até as 18h de ontem. Um foi cancelado.

Caso de polícia
Entre os passageiros que foram para São Paulo por terra estava o técnico de telecomunicações Alan Berso de Almeida, de 37 anos. Depois de esperar mais de quatro horas no aeroporto, ele foi o segundo cliente que, em período de 24 horas, registrou um boletim de ocorrência (BO) contra a Webjet por atrasos.
"A gente compra uma passagem de avião para ir mais rápido e acontece isso."

Além do BO, Almeida confirmou que também pretende processar judicialmente a Webjet. Pelo menos outros dois passageiros do voo cancelado para o Rio de Janeiro disseram que pretendem recorrer à polícia contra a empresa.
Anteontem foi a vez do advogado Alexandre Trancho, que registrou um BO contra a empresa por causa de atraso em voo que pegaria para o Rio.

Primeira experiência
No saguão de entrada do aeroporto, uma mulher de aproximadamente 60 anos olhava a confusão no aeroporto Leite Lopes com um misto de estupefação e divertimento.
Acompanhada pela filha e por uma amiga, todas sem saber falar uma palavra em português, a professora dos Estados Unidos, Michelle Burris, não entendia muito bem o que ocorria. Ela vinha de Foz do Iguaçu (PR) e, assim como os demais passageiros do voo da Webjet das 8h20, também tinha a intenção de ir para o Rio.

Apenas no fim da manhã, depois de passar cerca de quatro horas entre filas e informações desencontradas, é que ela percebeu que provavelmente conseguiria chegar ao destino, apesar de parte da viagem ter de ser feita por via terrestre.
"Está tudo bem, não tem problema", contou, com um sorriso amarelo.
Foi a primeira viagem de Michelle ao Brasil.


                                Foto: F.L.Piton / A Cidade
Empresa não fala
No final da manhã desta segunda-feira a reportagem de A Cidade não conseguiu localizar o gerente da Webjet em Ribeirão, Alexandre Matias. O objetivo era ouvir a explicação da empresa a respeito dos atrasos e o que poderia ser feito para tentar resolver a situação.

À tarde, entre as 18h e as 19h05, o jornal ligou seis vezes para o número de telefone do balcão da Webjet fornecido pelo setor de informações do aeroporto.
Em uma das ocasiões, uma gravação informava que o telefone estava ocupado. Nas restantes, ninguém atendeu os telefonemas.

 http://www.jornalacidade.com.br/editorias/cidades/2010/12/27/aeroporto-fecha-e-webjet-leva-passageiros-de-taxi-a-capital.html

segunda-feira, 27 de dezembro de 2010

Leite Lopes teve 11 voos atrasados nesta segunda

Aeroporto ficou fechado das 7h às 11h

O Aeroporto Leite Lopes, de Ribeirão Preto, teve 11 voos atrasados, nesta segunda-feira (27), devido ao mau tempo. O aeroporto ficou fechado das 7h às 11h e quatro, das cinco empresas aéreas que operam na cidade, tiveram atrasos ou cancelamentos. A polícia precisou intervir para registrar reclamações de passageiros.

video

A Webjet, que opera 11 voos diários, foi a companhia que somou o maior número de passageiros prejudicados. Entre os atrasos, estava uma aeronave que saiu de Brasília e deveria chegar em Ribeirão às 11h30, mas só pousou às 13h30. Um voo para o Rio de Janeiro foi cancelado, causando revolta nos passageiros. A opção oferecida foi a viagem de ônibus até São Paulo para a tentativa de conseguir um voo para a cidade. Na fila do check in também houve demora.


video

 
Em nota, a empresa informou que os atrasos e cancelamentos foram causados pelo fechamento dos aeroportos de Ribeirão Preto, Foz do Iguaçu e Confins, em Belo Horizonte (MG). A Webjet tentou amenizar o problema com a acomodação dos passageiros em outros voos da empresa ou de outras companhias.

Cinco voos da empresa Webjet têm atrasos no aeroporto de Ribeirão

DE RIBEIRÃO PRETO - Pelo menos cinco voos da Webjet sofreram atrasos neste fim de semana no aeroporto Leite Lopes, em Ribeirão.
Ontem de manhã, uma aeronave da Webjet, que saiu de Guarulhos, não conseguiu pousar na pista devido ao tempo chuvoso.
Ela deveria ter pousado as 7h50, mas retornou para Guarulhos e só conseguir aterrissar no Leite Lopes às 12h. O atraso afetou a rota Ribeirão-Rio de Janeiro, ida e volta, que chegou cerca de 1h45 depois do horário previsto. Já no sábado, a empresa teve dois atrasos nos voos que vinham dos aeroportos de Porto Alegre e Guarulhos. O voo de Porto Alegre estava programado para pousar no Leite Lopes às 8h25, mas só chegou às 11h45. O de Guarulhos, que chegaria às 7h50, só conseguiu pousar em Ribeirão às 11h. Não houve greve no Leite Lopes

Advogado faz ocorrência por atraso de voo no Leite Lopes

Companhia Webjet informa que culpa é do mau tempo que prejudicou tráfego em todo o Brasil

O advogado Alexandre Trancho, de 48 anos, registrou um boletim de ocorrência pelo atraso de um voo da Webjet que partiria na manhã deste domingo (26) do Aeroporto Leite Lopes, em Ribeirão Preto, que esteve lotado durante todo o feriado de Natal. Ele disse que perdeu um almoço com um cliente no Rio de Janeiro depois de esperar mais de três horas pelo começo da viagem.

O aeroporto Leite Lopes registrou atrasos em três dos 44 voos programados para decolar durante o dia deste domingo, em Ribeirão Preto. Segundo o Daesp (Departamento Aeroviário do Estado de São Paulo), os voos atrasados eram da companhia aérea Webjet.

O advogado teria de embarcar no sábado para o Rio no voo das 18h30, mas decidiu transferir a passagem para domingo por conta do mau tempo. "Soube que o voo de ontem [sábado] saiu às 3h da manhã. Remarquei para hoje às 8h30, mas a previsão é que o avião chegasse só às 11h30", afirmou.

A viagem de negócios do advogado foi prejudicada. "Perdi o almoço com o meu cliente. O maior problema para mim é a falta de respeito. Se continuar assim, não tem condições."
Indignado com os atrasos, Trancho afirma que vai cancelar uma passagem de Ribeirão para Salvador no dia 2. "Não quero aguentar esses transtornos", afirma.

Mais voos
A Webjet atua há cerca de duas semanas no aeroporto Leite Lopes e já é a segunda companhia com o maior número de voos. De acordo com o Daesp, a empresa tem 11 destinos que saem de Ribeirão, ante 20 operados pela Passaredo.
No entanto, a Webjet foi quem realizou o maior número de voos no dia de Natal.

Outro lado
A Webjet confirma a existência de a ocorrência policial feito por Alexandre Trancho, mas disse que ofereceu ao advogado a alternativa de embarcar na madrugada do dia 25, no voo que saiu às 3h.
"Houve o atraso do voo das 18h30 pelo mau tempo e o cliente nos pediu para alterar a viagem para as 8h do dia seguinte. Infelizmente, o mau tempo voltou a fazer com que essa viagem fosse atrasada", disse o gerente da Webjet, Alexandre Matias. Segundo ele, a empresa ofereceu hotel, refeição e transporte no voo da manhã.
http://www.jornalacidade.com.br/editorias/cidades/2010/12/26/advogado-faz-ocorrencia-por-atraso-de-voo-no-leite-lopes.html

Viajar no verão 2011 partindo de Ribeirão Preto está mais barato.

O intuito do blog é divulgar o que há de novo no aeroporto de Ribeirão Preto alem de fazer críticas construtivas visando uma urgente melhoria no pobre Leite Lopes.
Vou começar a disponibilizar também no blog um comparativo de preços das empresas que operam em Ribeirão Preto para inúmeros destinos.
Como estamos em pleno verão 4 destinos foram pesquisados Rio de Janeiro, Recife, Salvador e Navegantes.
OBS: Navegantes é uma ótima opção para férias, fica a 30 km de Balneário Camburiu e 110 km de Florianópolis.

Pesquisa para embarque partida em 20 de janeiro e retorno dia 24.
Destino:  Rio de Janeiro.
Empresas: TAM, TRIP, PASSAREDO, WEBJET, GOL.
WEBJET: R$ 82,02 – São 2 voos diários e diretos para o aeroporto do Galeão

GOL: R$ 253,04. São 3 opções de voos diretos até o Aeroporto Santos Dumont.

TRIP: R$ 323,84 - A TRIP opera com 2 voos diretos para o aeroporto Santos Dumont.

PASSAREDO: R$ 363,04 – São 3 voos diários e diretos para o aeroporto Santos Dumont.

TAM: R$ 840,66 - A empresa opera com 3 partidas para o Rio de Janeiro aeroporto Santos Dumont todas com escalas em Congonhas.

Destino:  RECIFE.
Empresas: TAM, PASSAREDO, WEBJET, GOL.
GOL: R$ 753,04. São várias opções com conexão em Guarulhos ou Brasília.

WEBJET: R$ 820,64 – A empresa opera uma saída diária com conexão em Salvador

PASSAREDO: R$ 853,04 – A empresa opera um voo diário com conexão em Goiânia.

TAM: R$ 1952,66 - A empresa opera com duas opções de partida com conexão em Guarulhos.

Destino:  Salvador.
Empresas: TAM, PASSAREDO, WEBJET, GOL.
WEBJET: R$ 472,02 – É a empresa que oferece as melhores opções para Salvador são opções de voos direto, com escala ou com conexão.

GOL: R$ 713,04.

TAM: R$ 821,26 - A empresa opera com duas opções de partida com conexão em Guarulhos.

PASSAREDO: R$ 1.013,04 – Os voos da empresa são todos com escala ou conexão.

Destino:  NAVEGANTES.
Empresas: TAM, WEBJET, GOL
WEBJET: R$ 156,83 – Voo direto.

GOL: R$ 468,84. Voo com escala em guarulhos.

TAM: R$ 509,84 – Voos operados com conexão em São Paulo

domingo, 26 de dezembro de 2010

Azul será a próxima aérea a operar no Leite Lopes

Informação foi confirmada pelo diretor regional do aeroporto de Ribeirão
A previsão é que os primeiros voos da Azul decolem em março, após autorização a ser concedida pela Anac

VENCESLAU BORLINA FILHO
DE RIBEIRÃO PRETO

A Azul Linhas Aéreas será a próxima empresa a iniciar operações no aeroporto Leite Lopes, em Ribeirão. Após a Webjet, que estreou neste mês, a previsão é que os primeiros voos da Azul decolem a partir de março de 2011.
A informação é do diretor regional do Daesp (Departamento Aeroviário do Estado de São Paulo), Álvaro Cardoso Júnior. Na última segunda, ele recebeu técnicos da empresa para a terceira avaliação da infraestrutura local. A Azul ocupará a área de check-in ao lado da Webjet. Operam ainda Passaredo, Trip, TAM e Pantanal.
A Azul confirmou, via assessoria, a abertura de novos mercados para 2011, mas não quis dar detalhes do início das operações em Ribeirão. Segundo a Folha apurou, inicialmente serão seis voos na cidade. Após o processo de maturação, que deve levar três meses, a empresa deve abrir mais destinos.
Hoje, a Azul tem como base o aeroporto de Viracopos, em Campinas. De lá, distribui voos para 21 capitais, além de seis regionais -o mercado em que pretende crescer por Ribeirão.
Segundo Cardoso Júnior, a empresa deve apresentar em janeiro a documentação à Anac (Agência Nacional de Aviação Civil) para autorização dos voos. A Azul deve ocupar de duas a três posições no pátio nos horários de pico -6h30 às 9h30, 11h às 14h, 15h30 às 17h e 22h.
O aumento de aéreas no terminal já fez o Daesp pedir ao Estado a ampliação do terminal e a construção de um novo pátio.
O diretor disse que os pedidos serão analisados pela gestão do governador eleito, Geraldo Alckmin (PSDB). O mais urgente é ampliar o pátio. "O aeroporto poderá receber até 18 aeronaves simultaneamente."Hoje, são nove.


Foto: Rafael Nunes / Airliners.net
Foto: Lucas Coacci - CNF ao vivo.

sábado, 25 de dezembro de 2010

NATAL DE CANCELAMENTOS E POUCO MOVIMENTO NO LEITE LOPES

Segundo a EPTV 15 voos previstos para hoje já foram cancelados no terminal. O DAESP não soube informar o motivo do cancelamento. 

O motivo principal seria que a empresa Passaredo não opera nenhum vôo no dia de hoje e as demais empresas também cancelaram algumas de suas freqüências.

Ontem um voo da WEBJET procedente do Rio de Janeiro foi cancelado segundo a empresa problemas técnicos impediram a partida da aeronave da capital carioca.
Alem dos voos cancelados no dia de hoje a passaredo também cancelou inúmeros voos entre 24 e 31/12 para adequação da demanda de final de ano que sempre é menor na empresa já que seu público alvo é executivo.

Alguns dos voos cancelados previamente pela empresa:
Os passageiros que compraram passagens nestes voos foram previamente avisados e re-acomodados em outros voos.
RAO/CWB 2281
CWB/RAO 2280

RAO/SDU 2244
SDU/RAO 2245

RAO/GRU 2265
GRU/RAO 2264

RAO/BSB 2236
BSB/RAO 2237

RAO/PLU 2271
PLU/RAO 2270

UDI/SDU 2251
SDU/UDI 2252

UDI/GRU 2301
GRU/UDI 2302

GYN/SDU 2361
SDU/GYN 2360

GYN/POA 2373
POA/GYN 2374

SJP/BSB 2292 e 2295
BSB/SJP 2294 e 2293 
Neste período a empresa também está operando para Brasília e Belo Horizonte com aeronaves Embraer 120 (Brasília) alternando diariamente entre o ERJ 135 e o EMB 120.
As operações voltam ao normal dia 03/01/2011. Neste dia também volta ao normal a operação do ERJ 135 na rota BSB e PLU.
Códigos dos aeroportos:
RAO = Ribeirão Preto / CWB = Curitiba / SJP = São José do Rio Preto  / UDI = Uberlândia  / BSB = Brasília / GYN = Goiânia  / SDU = Rio de Janeiro-Santos Dumont / GRU = São Paulo-Guarulhos / PLU = Belo Horizonte-Pampulha.

video
video

sexta-feira, 24 de dezembro de 2010

VERGONHA!!!! - Terminal de passageiros do Leite Lopes não tem condições de operar durante chuva.

Se você pretende embarcar ou desembarcar no aeroporto de Ribeirão Preto durante uma chuva prepare-se para atrasos, dores de cabeça e no mínimo ficar bem molhado, correndo o risco de resfriar-se, gripar-se e até mesmo estragar uma viagem.
Todos que usam o terminal de passageiros de Ribeirão Preto sabem que o mesmo não oferece as mínimas condições de conforto para atender os usuários que ali embarcam e desembarcam. Alem dos inúmeros problema diários que existem no terminal, nos dias de chuva a situação complica-se e bastante.
Hoje dia 24 de dezembro um grupo de passageiros que desembarcavam de Navegantes pela WEBJET foi surpreendido por uma situação o quanto vexatória. O desembarque iniciou-se durante uma garoa.  Como o aeroporto possui um único veículo para transporte de passageiros até o terminal e este veiculo é operado pela Passaredo em parceria com o DAESP e no momento do desembarque o mesmo não estava disponível. A única solução dada pelos funcionários da WEBJET e do DAESP foi informar que o desembarque deveria ocorrer mesmo assim e os passageiros deveriam percorrer pelo menos 300 metros até a sala de desembarque debaixo de chuva, VERGONHOSO!!!
Alguns passageiros com razão reclamaram e como foi informado que o DAESP não dispunha de veículo para transporte no momento e tão pouco a WEBJET dispunha de um ônibus para isto ou pelo menos de guarda-chuvas para disponibilizar aos passageiros alguns ficaram um tanto quanto exaltados com a situação. Alguns passageiros já apresentavam sintomas de gripe, resfriados o que poderia piorar a condição destes.  
Neste momento a situação chegou ao ponto do ridículo pela falta de estrutura, coordenação e competência de todos que ali trabalham. Funcionários da WEBJET informando que os passageiros poderiam desembarcar pelo portão de embarque para evitar a chuva, e funcionários do DAESP dizendo que os mesmo deveriam continuar debaixo de chuva até a sala de desembarque. Alguns passageiros devido a total falta de informação acabaram entrando em um local restrito aos funcionários e minutos depois foram informados que deveriam retornar e dirigir-se debaixo de chuva até o desembarque.
Situações como esta devem se tornar freqüentes no Leite Lopes porque o número de vôos cresceu expressivamente no final de 2010, a estrutura aeroportuária é das mais precárias e a competência daqueles que administram o aeroporto é bastante questionável.
Porque será que o administrador do aeroporto até hoje nunca solicitou verba para o DAESP e para o Governo do Estado de São Paulo ou até mesmo para o Ministério da Defesa para aquisição de pelo menos 2 novos ônibus para transporte de passageiros. Porque nunca foi feita uma licitação para contratação de uma empresa que preste este seriço. Como desembarcara aeronaves com 148, 180 passageiros em um único veículo sucateado e ultrapassado que opera no aeroporto a mais de 15 anos. Questiono novamente para onde vai a taxa de embarque cobrada pelo DAESP? Melhorias para os passageiros é bem provavel que não.
Em alguns períodos durante o dia são de 5 a 6 desembarques simultâneos ou muito próximos como é que um único veículo que não comporta nem 40 passageiros vai dar conta da demanda? A situação do DAESP é crítica FALTA VISÃO, FALTA COMPETÊNCIA, FALTA PLANEJAMENTO.

Gostaria de saber como vai ficar se um dia seja por atrasos ou por aumento na demanda as 9 posições de estacionamento do pátio principal estiverem ocupadas para embarque e desembarque no terminal. Como que os passageiros vão circular pelo pátio, no mínimo se uma aeronave estacionar na posição 7,8 ou 9 serão 500 metros de caminhada pelo pátio até o terminal. A confusão será tremenda alem de colocar em risco as operações do aeroporto e a segurança dos passageiros.  
É nítido que falta muita competência do Sr. Administrador bem como do Superintendente do DAESP que pouco importam-se com o conforto, com a segurança e principalmente com a saúde dos passageiros que desembarcam ou embarcam e são obrigados a encarar uma chuva até a aeronave.
A impressão que eu tenho é que o Governo do Estado e o DAESP estão empurrando com a barriga o terminal até o dia que for autorizado a privatização do mesmo. Será que é muito difícil administrar um aeroporto ou será que falta vontade política?
Podemos dizer que o Leite Lopes dentre os aeroportos brasileiros que transportam uma média superior a 500 mil passageiros anos é disparado o pior de todos. Em outros aeroportos de estrutura tão deficitária quanto as do de Ribeirão Preto como em Cuiabá, Campo Grande, aeroportos que  até bem pouco tempo não dispunham de ônibus para o transporte de passageiros, a INFRAERO e as cias aéreas providenciam guarda-chuvas para todos os passageiros no momento do embarque e desembarque.
A WEBJET certamente não tinha noção da precária e pobre infra-estrutura do Leite Lopes, não prevendo também a incompetência do gestor Leite Lopes. É bem possível que o pessoal em terra da WEBJET tenha tentado fazer o possível para atender bem seus clientes como no caso citado querendo que os passageiros percorressem um caminho menos longo até o terminal.
A sugestão fica para os responsáveis pela empresa em Ribeirão é de que providencie guarda-chuvas para o embarque e desembarque e evitem que situações como esta ocorram. Se a empresa for esperar a boa vontade, e a disposição do DAESP e daqueles que tem competência para resolver tal problema situações como esta irão se repetir frequentemente no Leite Lopes toda vez que chover.
O passageiro não é obrigado a se molhar, correndo o risco de ficar doente seja no embarque ou no desembarque porque aqueles que administram o bem público são INCOMPETENTES, DESPREPARADOS e SEM VONTADE para resolver problemas pequenos.
VERGONHA...

Desembarque dos passageiros do voo 5892 de Navegantes em Ribeirão Preto no dia 24 de dezembro de 2010. Os passageiros primeiramente foram informados que deveriam caminhas pelo pátio debaixo da garoa caia naquele momento. Alguns foram pelo caminho próximo ao terminal onde existe algum tipo de cobertura. Durante o percurso um funcionário do DAESP desesperado interrompeu e tentou empurrar todo mundo pra debaixo da chuva no pátio, o que não ocorreu pois todos continuaram ali.
Neste momento o funcionário da WEBJET até pensou na possibilidade que os passageiros desembarcando entrassem pelo portão 3 e seguissem para o desembarque, mas foi negado onde os passageiros foram obrigados a continuar na chuva por mais 200 metros.

Passageiros caminhando na chuva.
Observe nesta foto que a competência daquele que fez o projeto, de quem aprovou o mesmo e daquele que executou a obra em nenhum momento teve a brilhante idéia de fazer a cobertura do embarque de tal forma que o ônibus ficasse embaixo dela, evitando que o passageiro se molhe. Ou seja mesmo quando o ônibus está disponível o passageiro vai se molhar querendo ou não.
Será que o administrador do aeroporto não viu esta falha absurda no projeto de reforma e ampliação. Por isto eu não canso de dizer que falta competência do mesmo. O que fizeram no terminal foi uma grande maquiagem na tentativa de enganar a população.


Da mesma forma como ocorre no embarque no desembarque a situação é mais ridícula e vexatória no Leite Lopes. O ônibus para a pelo menos 10 metros de distancia da entrada da sala. Não existe nenhuma cobertura para o mesmo. A cobertura que aparece na foto é a cobertura das empresas aéreas onde ficam as bagagens que serão embarcadas.
Onibus parado para desembarque bem distante do terminal.

Fotos do interior do ônibus operado pelo DAESP. A situação é bastante deprimente. Sujo, molhado, velho. Se não fosse a boa vontade da Passaredo reformar o veículo o mesmo estaria em pióres condições. Mais uma vez VERGONHA e INCOMPETÊNCIA... Estas são as palavras.

OBS: As fotos do ônibus são do dia 19/12 quando também houve um tumulto porque vários voos desembarcavam ao mesmo tempo e somente este veículo estava disponível.

A prefeita de Ribeirão Preto possui bastante vontade e competência quando o assunto é melhorar a estrutura local. Ela deveria procurar o novo Governador e buscar soluções imediatas para o vergonhoso terminal. Cobrar uma pessoa mais preparada e competente para administrar o mesmo e não esperar que o governo empurre com a barriga até o dia que receba autorização para privatizar o terminal.