sábado, 29 de janeiro de 2011

Governo afirma que solução para Leite Lopes é privatizar

Secretaria dos Transportes quer passar para a iniciativa privada atribuições do Daesp.

O governo do Estado de São Paulo confirmou esta semana que vai manter o projeto de privatização do aeroporto Leite Lopes, junto com outros 29 terminais aéreos administrados pelo Daesp (Departamento Aeroviário do Estado de São Paulo). O projeto para a concessão dos aeroportos paulistas, entre eles, o de Ribeirão Preto, teve início no governo de José Serra (PSDB), em 2008.
                               Foto: WEBER SIAN/ A CIDADE
 
A assessoria de imprensa da Secretaria de Estadual de Logística e Transportes de São Paulo disse, através de nota, que o governo de São Paulo tem dado a devida atenção ao aeroporto de Ribeirão Preto. "Tanto que buscamos aquela que entendemos ser a melhor solução para as necessárias expansões futuras do aeroporto: a concessão do Leite Lopes à iniciativa privada."
 
Na nota, a secretaria explica que projeto para as concessões foi remetido à Anac (Agência Nacional de Aviação Civil) em 2009 e, no ano seguinte, à Secretaria de Aviação Civil do Ministério da Defesa. Desde então, aguarda manifestação dos órgãos federais.
 
Parte do Leite Lopes já foi privatizado em 2003, por meio de licitação na gestão anterior de Geraldo Alckmin .

quinta-feira, 27 de janeiro de 2011

Prefeitura mira favela para ampliar aeroporto - Gazeta de Ribeirão


Dárcy reclama no Twitter sobre liberação de ampliação de Viracopos

JORNAL A CIDADE
http://www.jornalacidade.com.br/editorias/politica/2011/01/27/darcy-reclama-no-twitter-sobre-liberacao-de-ampliacao-de-viracopos.html

Prefeita afirma que cidade tem interesse na ampliação do aeroporto Leite Lopes e questiona se ele será tratado com o mesmo "carinho"

Da Reportagem
Tamanho da Letra A- A+
A prefeita Dárcy Vera (DEM) questionou nesta quinta-feira (27), pelo Twitter e no seu blog, a decisão do governo estadual em liberar a licença de ampliação do Aeroporto de Viracopos, de Campinas.

"Mais uma novela sobre nosso aeroporto. 'Governo SP' libera licença para ampliação de Viracopos. E Ribeirão?", foi a mensagem deixada pela prefeita.

A decisão que a prefeita se refere foi divulgada hoje (27) pelo Conselho Estadual do Meio Ambiente de São Paulo (Consema). O órgão aprovou por unanimidade a licença prévia para as obras de ampliação de Viracopos.

O governador Geraldo Alckmin divulgou que a licença libera a construção da segunda pista e do segundo terminal do aeroporto, considerado importante para a realização da Copa de 2014 em São Paulo. As obras serão realizadas pelo governo federal, por meio da Infraero, estatal que administra os aeroportos do país.
Dárcy enfatizou em seu blog o interesse de Ribeirão na ampliação do Leite Lopes e que a cidade também tem trabalhado para ser cidade base da COPA de 2014, que tem apoio do Ministério da Defesa.

quarta-feira, 26 de janeiro de 2011

Passaredo suspende uma das frequências diárias entre Ribeirão e SP entre 31/01 e 28/02


A Passaredo Linhas Aéreas que opera 5 frequências diárias na rota Ribeirão Preto/Guarulhos vai suspender temporariamente entre os dias 31/01/2011 e 28/02/2011 a operação de dois voos no Aeroporto Leite Lopes.
São eles o 2265 Ribeirão Preto 13:15 / Guarulhos  14:00 e o 2264 Guarulhos 14:40 / Ribeirão Preto 15:30. A suspensão é para os voos operados de domingo a sexta-feira. A previsão é que  no dia 01/03 a operação das 5 frequências volte ao normal.
A Webjet também em 01/02 passará a operar apenas uma frequência entre Ribeirão e Guarulhos com partidas diárias as 15:03.

Webjet reduz número de voos que operam no aeroporto de Ribeirão

FOLHA RIBEIRÃO - 26/01/2010
DE RIBEIRÃO PRETO - Após chegar a Ribeirão em dezembro oferecendo nove destinos, a Webjet planeja reduzir, ao menos temporariamente, o total de voos na cidade.
Dos 22 voos diários da companhia nos dois sentidos -11 chegadas e 11 partidas-, ao menos seis tiveram a venda interrompida no site, a partir de 1º de fevereiro.
A Anac confirmou apenas que a empresa pediu a exclusão de dois voos: um de Ribeirão a Guarulhos e outro no sentido contrário. Já voos para Galeão (RJ) e Confins (MG) -ida e volta- também tiveram a venda suspensa no site.
Os destinos continuam atendidos porque há voos da empresa em outros horários.
A Webjet confirma que vai realizar uma "pequena deflação" da malha, mas não informa quais rotas serão atingidas e nem o total de cortes.

terça-feira, 25 de janeiro de 2011

Passaredo solicita rotas para Londrina, Sinop e Alta Floresta.

A empresa solicitou à ANAC autorização para início em 28/02 alguns novos diário e operados com aeronaves ERJ 145 para 50 passageiros.
2376      Salgado Filho     Londrina            06:15     07:40
2376      Londrina            Leite Lopes        08:10     08:55
2376      Leite Lopes        Brasília              09:25     10:41
2376      Brasília              Sinop                  11:08     12:50
2376      Sinop                 Alta Floresta      13:20     13:50
2377      Alta Floresta     Sinop                   15:25     15:55
2377      Sinop                 Brasília               16:25     18:03
2377      Brasília              Leite Lopes        18:34     19:50
2377      Leite Lopes        Londrina             20:20     21:05
2377      Londrina            Salgado Filho      21:35     23:00
Com estes novos pedidos a empresa passará a operar 22 partidas diárias a partir do Leite Lopes.

segunda-feira, 24 de janeiro de 2011

Embarcar no Leite Lopes toda vez é sinônimo de raiva, constrangimento, indiginação, e vergonha para o usuário.

Sexta feira dia 21 embarquei para São Paulo no vôo da Webjet as 15:00 que na realidade partiu as 16:00, mas o problema maior não foi o atraso, mas sim o constrangimento de ser morador de Ribeirão Preto e toda vez que utilizo o aeroporto me deparo com a situação que se encontra o nosso terminal.

Cheguei ao aeroporto as 14:20 para embarcar as 15 horas para SP, já que tinha meu check-in feito pela internet e sem bagagem. Antes disto já relatei a minha tentativa frustrada de obter informações sobre o voo da Webjet, se ele estava ou não no horário e como com cordiosidade a funcionária do DAESP pelo telefone informou que não passava tal informação.

Pois bem chegando ao “espetaculoso” Leite  Lopes já estava aquele tumulto rotineiro no nosso aeroporto, carros enfileirados, uma bagunça para conseguir desembarcar, é taxis ficando parado onde não deve, motoristas parados onde deveriam estar os taxis, não sobrando para os usuários que vão desembarcar do carro a alternativa de parar em fila dupla, resultado o caos.

Pois bem após alguns minutos entro no terminal primeira sensação ar condicionado QUEBRADO, eu não entendo porque o ar condicionado do Leite Lopes NUNCA funciona. Eu já utilizei o aeroporto de Rio Preto que cidade que é tão quente quanto Ribeirão e lá o ar condicionado funciona que é uma maravilha e olha que o aeroporto é “administrado” também pelo DAESP.  Mas porque será que em Ribeirão Preto não conseguem por o equipamento para funcionar. Algum problema tem ai já que foram gasto alguns milhões para aquisição daqueles equipamentos. De quem será a culpa? Com certeza do aquecimento global porque o DAESP nunca sabe nada, nunca tem culpa de nada.

Passado a sensação que o dinheiro público usado para comprar o ar condicionado foi parar no lugar errado eu me dirigi até o balcão da informações do DAESP, para obter informações do voo para SP.

O que encontro?
Lógico que foi uma fila.

Qual foi a resposta da funcionária do DAESP?
Lógico que foi "não sabemos".

Eu fico inconformado que esta autarquia que deveria cuidar do nosso aeroporto não tem competência nem para colocar um quadro velho para escrever manualmente os voos que chegam e partem do Leite Lopes, não restando alternativa ao passageiro a não ser perguntar para a coitada da funcionária do DAESP que fica atendendo telefone, anunciando voo e dando informações. Pois bem pra variar eles não sabem da situação dos voos.

Mas quem será que sabe então? Se o DAESP não tem a informação como é que o pobre do passageiro vai ter.

Após a resposta padrão DAESP fui procurar a Webjet, aquela bagunça, fila atravessando o terminal, já que dois voos lotados partindo praticamente ao mesmo tempo, 300 passageiros para fazer check-in em 3 míseros balcões disponibilizados pelo DAESP para a empresa não seria possível encontrar outra situação diferente daquela.

Após conseguir a atenção de uma funcionária ela me informou que o voo estava com um pequeno atraso que era pra embarcar que chamariam outras informações seriam passadas pelo sistema de som. Mas existe sistema de som no Leite Lopes? Piada só pode ser... Aquilo está muito longe de ser um sistema de som.

Antes disto eu fui até o banheiro do saguão principal do aeroporto o que me deparo?
Sujeira, mau cheiro, um banheiro mais nojento do que o da rodoviária de Ribeirão, vergonhoso, cômico e ridículo. Preferi utilizar o banheiro da sala de embarque porque o do saguão estava deprimente.

Chego para passar pelo equipamento de raio-x, surpresa novamente, somente um estava funcionando em um horário que pelo menos 5 voos partem simultaneamente. Fila para entrar na sala lógico. Os funcionários do DAESP devem ganhar muito pouco porque o humor destes estavam pior do que os agentes aeroportuários dos Aeroportos dos EUA. Eu sinceramente nunca vi tanta falta de educação, nem mesmo por parte da FAA, despreparo para atender a população e tanto desrespeito como vi na sexta feira. Eu já cansei de passar pela fiscalização aeroportuária nos EUA e em outros aeroportos do Brasil, mas desta fez fiquei bastante constrangido com o atendimento daqueles que trabalham ali.

Só para citar o que presenciei, primeiramente mandaram todo mundo ficar fora da sala, só entrar um passageiro por vez, até ai tudo bem. Depois cada um que entrava eles ficavam olhando de cima embaixo, mandando o passageiro tirar tudo, cinto, correntes, anéis, até sapato vi mandar tirar. Tudo o procedimento com muita arrogância, tipo se eu quiser te barrar aqui você não embarca.  Será que isto é o efeito pós FANTASTICO no Leite Lopes? Será que a segurança aeroportuária do Leite Lopes não tem falhas? Será?

Pois bem na hora de eu embarcar eu estava com um cinto com quase nada de metal e não tirei porque nunca precisei tirar este cinto nem nos EUA, nem nos aeroportos internacionais do Brasil e muito menos nas inúmeras vezes que já embarquei no Leite Lopes. O agente do DAESP quis encrencar que era pra eu tirar eu falei que não. Após isto ele pegou meu cartão de embarque, como o mesmo era impresso pela internet conferiu, conferiu, ficou desconfiado daquilo como se nunca tivesse visto. Poxa será que embarcaram com cartão de embarque falsificado no Leite Lopes para este procedimento todo? Não seria mais fácil um equipamento de leitura ótica como existe na Infraero. Eu tenho a intuição e quase certeza que algum espertinho deu o golpe no DAESP e nas empresas aéreas nestes últimos dias, já que ninguém confere nada daquilo que é entregue na hora do embarque seria muito fácil enganar tanto a WEBJET quanto o DAESP. Pois bem após a conferência pedi o papel novamente ele falou que não podia que tinha que passar pelo raio-x. Eu me perguntei e se este papel cai no meio da maquina imagine o trabalho pra tirar?  Após isto passei pelo raio-x não tocou nada, só que a “gentil” atendente, com uma “educação britânica” veio e falou você passou com a mão na cintura, junto ao cinto, não pode, pode voltar já me taxando como se eu tivesse algum coisa proibida. Tudo bem ela está no trabalho dela mas um pouco de respeito e educação com as pessoas é sempre válido.

Após isto já na sala de embarque o calor insuportável de Ribeirão Preto batia sobre o terminal e nada do Ar condicionado. Fui até o banheiro e a situação não era muito diferente da do saguão, sujo, fedido, e descuidado. Após isto voltei para meu lugar fiquei aguardando o voo.

A situação na sala de embarque é ridícula não se ouve os chamados das cias aéreas, o equipamento de som do Leite Lopes é infinitamente pior do que os de quermesse de igreja. Os funcionários tem que chamar passageiro no grito e não tem nenhuma informação em nenhum dos 3 portões do aeroporto de qual voo vai embarcar por qual portão.

Como meu voo atrasou uma hora me deu vontade de beber água. Qual foi minha surpresa dentro da sala de embarque não existe nada, nem bebedouro e muito menos uma lanchonete para vender no mínimo água. Como se não bastasse os problemas que todos os coitados dos usuários do Leite Lopes tem que enfrentar, nem água tem na sala de embarque. Tive que sair da mesma para ir até o saguão principal comprar uma água. Na volta pelo menos tinham conseguido ligar a outra máquina de raio-x, mas os procedimentos padrão “FAA” continuavam.

No meu voo de volta graças a deus eu fiquei menos de 3 minutos no aeroporto não tinha bagagem desembarquei e fui embora daquele inferno que se tornou nosso pobre terminal. Mas percebi muitas pessoas se acotovelando na sala de desembarque para “pescar” suas bagagens na única esteira do aeroporto.

Sabe qual é a minha conclusão após mais uma passagem pelo Leite Lopes?
Vergonha, indignação, descaso com o dinheiro público e despreparo do nosso agentes e funcionalismo público em lidar com a gestão pública e com a população usuária.

Eu tenho certeza que se a imprensa local tentasse fazer o teste do Fantastico no Leite Lopes seria possível embarcar com qualquer coisa, já que não existe fiscalização nenhuma de bagagem despachada, sequer existe raio-x neste setor. Se a imprensa quiser mesmo ferrar com tudo e mostrar como é o Leite Lopes no seu dia a dia é só esperar uma das inúmeras vezes em que o terminal fica sem energia elétrica e embarcar como o Fantastico fez em em Juiz de Fora, colocando produtos probidos na bagagem de mão e tentar embarcar. Pois o procedimento que vinha sendo adotado até então nestas situações é a revista manual, onde os agentes só conferem o que tem por cima das bagagens de mão. VERGONHA e INSEGURANÇA.

Eu sinceramente, mesmo com as promessas do DAESP para a prefeitura não vejo em um futuro tão próximo a melhoria em nada no Leite Lopes. O que o governo de SP e o DAESP vão fazer é empurrar com a barriga até onde der, já que o DAESP não vê a hora de se livrar dos seus aeroportos e entre eles o Leite Lopes.

Se a prefeitura de Ribeirão pretende concorrer a sub-sede da copa de 2014 esquece, porque com a estrutura atual do Leite Lopes não temos condições de receber nem a 5ª divisão do campeonato brasileiro.


O teste para o Leite Lopes para grandes eventos vem em abril. No final de semana do dia 17 teremos a 15ª edição do Carnabeirão e a etapa nacional de Stock Car na cidade. Juntos os eventos vão movimentar mais de 200 mil pessoas na cidade em 3 dias, grande parte deste público são turistas e como o acesso e as tarifas estão mais acessíveis certamente muitos vão vir através do Leite Lopes. Será que nosso aeroporto vai passar uma boa primeira impressão da cidade ou será que vamos ter problemas e os constrangimentos rotineiros para o visitante? Eu já tenho minha resposta.

domingo, 23 de janeiro de 2011

Carga em excesso faz voo da Webjet para Salvador atrasar

Sem registro de chuvas, ontem (21/01), o Leite Lopes teve um dia "normal", menos para 141 passageiros de um voo da Webjet para Salvador.

Marcado para sair às 12h35, o voo atrasou duas horas por excesso de peso no avião. Os passageiros tiveram de esperar uma definição dentro da aeronave.

 
Após o embarque, eles foram avisados pelo piloto que o avião tinha mais carga do que era possível levar. A empresa deu duas opções: deixar a bagagem, que iria em outro voo, ou retirar 25 passageiros, que deveriam ir de van para Guarulhos.

Os passageiros escolheram a primeira opção. A assessoria da Webjet disse que a bagagem dos clientes chegaria a Salvador por volta das 20h de ontem.

Após limpeza, pista do Leite Lopes é liberada pela Anac

Pousos e decolagens estavam proibidos com a pista molhada até que excesso de borracha fosse retirado do asfalto, por segurança.


video

Os voos de decolagens no aeroporto Leite Lopes voltaram a ser permitidos mesmo com chuva. Anac (Agência Nacional de Aviação Civil) retirou na noite desta sexta-feira (21) a medida que fechava a pista quando estivesse molhada. A aeronáutica recebeu o comunicado do Daesp (Departamento Aeroviário do Estado de São Paulo) sobre o término da limpeza e retirada da borracha e suspendeu o Notam (alerta para pilotos) depois de avaliar a medição de atrito. 

As obras para o desemborrachamento da pista começaram no último dia 15 e foram concluídas nesta sexta-feira, seguindo o cronograma. O excesso de borracha que havia na pista foi retirado, garantindo maior segurança aos passageiros.

O 'abre e fecha' do aeroporto durante a semana prejudicou pelo menos 66 voos entre cancelados e atrasados. Em muitos casos, as empresas aéreas decidiram levar os passageiros via terrestre até outras cidades ou remarcaram os voos.

Nesta quinta-feira (20), o aeroporto fechou por quatro horas por causa da chuva e 11 voos foram prejudicados (oito deles cancelados e três atrasados).

Leite Lopes, o aeroporto que o Daesp não quer - JORNAL A CIDADE

Aeroporto de Ribeirão Preto é o único no País que tem o terminal de cargas administrado pela iniciativa privada.

No ano passado, o Daesp (Departamento Aeroviário do Estado de São Paulo) apresentou à Anac (Agência Nacional de Aviação Civil) projeto para a concessão da administração de todos os 30 aeroportos administrados pelo órgão, entre eles o Leite Lopes, o maior dos aeroportos estaduais.

Em 2010, o aeroporto de Ribeirão ficou em 21º 33º lugar em movimentação de passageiros entre todos os aeroportos brasileiros. Os 20 primeiros são administrados pela Infraero.

O projeto do governo do Estado, apresentado na administração passada ao governo federal, previa a transformação do Daesp em agência de fiscalização e de interligação entre as administrações privadas e os órgãos federais. O projeto apresentado na época pelo superintendente do Daesp, Sérgio Camargo, que continua no cargo, previa a transferência para a iniciativa privada através de PPPs - Parceira Público Privada.

Ribeirão Preto
O aeroporto Leite Lopes já possui parte de sua estrutura privatizada. Em 2003, através de uma concessão, o Estado privatizou o terminal internacional de cargas, que deverá ser construída este ano pela Tead, empresa vencedora da licitação.
Segundo a reportagem apurou, existe hoje no mercado uma expectativa de que, se o governo federal privatizar os principais aeroportos, o governo estadual faria o mesmo logo em seguida. O Daesp não confirmou se o atual governo do Estado discutirá a privatização dos aeroportos.

* Matéria do Jornal a Cidade - O Jornal utilizou-se de dados errados porque o leite lopes é o 33o e não 21o  mais movimentado.

Viracopos, o aeroporto que o Daesp não quis - - JORNAL A CIDADE

Estado abdicou de administrar o aeroporto de Campinas em 1981. Federal, ele só cresceu.

Considerado hoje o segundo maior aeroporto em cargas do país, e o 11o do Brasil, em número de passageiros em 2010, o Aeroporto Internacional de Viracopos foi administrado pelo governo do Estado durante 20 anos.

Entre 1960, quando foi oficialmente instalado como aeroporto internacional de Campinas e foram concluídas as obras do terminal de passageiros, até 1980, a administração do aeroporto era do Daesp (Departamento Aeroviário do Estado de São Paulo).

Infraero
A transferência do aeroporto do governo do estado para a União, durou cerca de três anos e teve início em 1978, quando o órgão federal assumiu a administração do terminal internacional de cargas.
Em 1º de janeiro de 1981, o Daesp transferiu a administração geral do aeroporto para a Infraero, que administra atualmente 67 aeroportos em todo o país.
A transferência do aeroporto ocorreu em um momento em que a aviação brasileira estava em franco desenvolvimento e a região de Campinas apresentava um dos maiores crescimentos econômicos do País.

Campo de pouso
Na realidade, a história do aeroporto de Viracoposo começa na década de 30. Em 1932, foi aberto no local um campo de pouso para os aviões que participaram da Revolução Constitucionalista.
Em 1946, a prefeitura de Campinas construiu um hangar no local e a pista foi ampliada.
Viracopos funcionava como um aeroporto de reserva para o de Congonhas.
No início dos anos 50, o aeroporto foi vendido para o governo do Estado.

Investimentos
Entre os maiores do país, Viracopos aguarda a definição da construção da segunda pista.
Os investimentos previstos para o aeroporto pelo governo federal passa agora por um período de discussão envolvendo a questão da demanda na Copa de 2014.
O governo Dilma Rousseff já apontou que deverá discutir a transferência da exploração do setor para a iniciativa privada, o que daria fôlego para novos investimentos, inclusive na estrutura de Viracopos.

* Matéria do Jornal a Cidade - O Jornal utilizou-se de dados errados porque o Viracopos é o 11o e não 8o  mais movimentado.

sexta-feira, 21 de janeiro de 2011

DAESP é sinônimo de vergonha, incompetência e desinformação para o usuário.

O passageiro que utiliza o Leite Lopes está cansado de saber dos problemas que envolvem aquilo que a autarquia que deveria cuidar dos aeroportos do interior paulista insiste em chamar de Aeroporto.
A incompetência da Superintendente do DAESP e do governo paulista ficou escancarada quando a ANAC suspendeu os voos no Leite Lopes nos dias de chuva neste mês de janeiro.
O passageiro tem direito a informações sobre voo coisa que é impossível no nosso aeroporto. Se um aeroporto não tem nem um relógio não espere encontrar nem um quadro escrito a mão com os voos que partem e chegam naquele ridículo terminal.
Hoje são mais de 80 voos diários chegando ou partindo do aeroporto e a falta de informação é o que mais revolta quem utiliza o aeroporto.
Hoje vivi uma experiência o quanto cômica. Liguei no aeroporto para solicitar informações sobre meu voo pedindo o numero do telefone da WEBJET. A atendente simplesmente informou que informações só pessoalmente tanto no balcão da WEBJET quanto do aeroporto. Ai perguntei pra ela gostaria de saber se o voo está no horário já que não existe um site como o da Infraero que passa as informações em tempo real.  Ela me desculpa mas só pessoalmente e na Cia Aérea e que este tipo de informação não são passadas por telefone.
RIDICULO eu me pergunto em que século nos estamos? Primeiramente já é inconcebível que aquele galpão apelidado de Leite Lopes não tenha uma televisão velha que demonstre os vôos que chegam e partem do aeroporto.
Será que é muito difícil disponibilizar voos on line ou que seja pelo telefone?  Hoje vivemos a geração da tecnologia e da informação e somos obrigados ouvir uma informação como esta. Será que as informações prestadas pelas cias aéreas e DAESP são confidenciais que não podem ser disponibilizadas pelo telefone ou pela internet.
Hoje qualquer um consegue criar um site e postar informações, menos o DAESP. Cada dia que passa tenho mais certeza que esta autarquia estadual não serve pra nada. Para isto basta olhar o estado lastimável dos aeroportos do interior de SP.
O governo paulista perde a oportunidade de mostra como se gere um aeroporto, poderia dar o exemplo e montar excelentes terminais em Bauru, Ribeirão e Rio Preto, poderia servir de exemplo para o governo federal e para a INFRAERO que infelizmente cada dia que passa também se aproxima mais da incompetência e ingerência do DAESP do que um modelo internacional de gestão aeroportuária. Infelizmente o povo brasileiro é refém dos nossos políticos que só pensam no seu bem estar e no interesse público secundário.
A prefeita de Ribeirão está certa em exigir que esta gestão que afunda nosso aeroporto, nossa cidade e região seja mudada. A Infraero é péssima mas o DAESP consegue ser infinitamente pior. Se o aeroporto fosse transferido para a INFRAERO já seria um gigantesco avanço.

Em feriado, Leite Lopes fecha de novo

FOLHA RIBEIRÃO

Chuva voltou a parar as operações no aeroporto de Ribeirão; passageiros tiveram de ir de ônibus para São Paulo

Falta de informações foi alvo de queixas; Daesp diz que a retirada de borracha da pista está dentro do cronograma


Foto: Silva Júnior/Folhapress
Passageiros aguardam em terminal do aeroporto Leite Lopes, que ontem voltou a terapista fechada com as chuvas

DE RIBEIRÃO PRETOPela terceira vez em uma semana, a chuva fez o aeroporto Leite Lopes, de Ribeirão, paralisar as operações, ontem, em mais um dia de transtornos para passageiros. Oito voos foram cancelados e três sofreram atrasos.
O aeroporto ficou fechado para pousos e decolagens durante cerca de quatro horas, das 10h30 às 14h30. O terminal ficou lotado e parte dos passageiros reclamava da falta de informações.
A nova interrupção nas atividades é reflexo da determinação da Anac (Agência Nacional de Aviação Civil), que na quinta-feira da semana passada proibiu operações no aeroporto sob chuva.
Do lado de fora do Leite Lopes, ônibus mantidos na "reserva" por companhias aéreas voltaram a ser acionados ontem, o que causou mais revolta de passageiros.
A doceira Maria Aparecida dos Santos Oliveira foi colocada em um dos ônibus rumo a Guarulhos. Ela tinha voo marcado às 12h35 para Salvador, pela Webjet.
"Vamos ter de ficar mais tempo na estrada do que no avião", disse ela, por telefone, quando estava no ônibus rumo à Grande São Paulo.
Maria Aparecida teve de enfrentar a viagem de cerca de quatro horas e meia de ônibus até o aeroporto de Guarulhos, de onde deveria embarcar em um voo para Salvador apenas às 20h35.
Já a advogada Adriana Bonafin, que viajaria para Juazeiro do Norte (CE), reclamou do clima de insegurança sobre a pista. "Reformaram o terminal de passageiros, ficou bonito, mas não deram prioridade à segurança."
Passageiros de voos que tinham Ribeirão como destino também foram afetados. Um voo da TAM que ia de Congonhas (SP) a Ribeirão precisou ser desviado para pouso em São José do Rio Preto.

PISTA
Segundo a Anac, não há prazo definido para liberação integral da pista. De acordo com a assessoria da agência, só depois que o Daesp concluir a retirada da borracha e enviar um relatório sobre as condições de atrito é que será possível prever.
O Daesp, por sua vez, informou que a limpeza e a medição de atrito da pista estão dentro do cronograma e devem terminar amanhã.
Passageiro deve ser avisado antes, diz especialista
DE RIBEIRÃO PRETO

Reclamações de passageiros sobre a falta de informações em relação à operação do aeroporto Leite Lopes, em Ribeirão, têm sido comuns nos últimos dias.
Esse quadro contrasta com a situação que deveria ser a ideal, diz a coordenadora da Pro Teste (Associação Brasileira de Defesa do Consumidor) e colunista da Folha, Maria Inês Dolci.
Segundo ela, as empresas deveriam informar, no momento da venda da passagem, sobre a possibilidade de paralisação das atividades no terminal. Ela diz que, independente do problema na pista, as companhias são responsáveis por dar assistência aos clientes

quinta-feira, 20 de janeiro de 2011

Chuva e voos cancelados no Leite Lopes

Alguns dos voos cancelados hoje 20/01/2010 .

Passaredo:
2245 – Rio / Ribeirão Preto
2244 – Ribeirão Preto / Rio
2265 – Ribeirão Preto / Guarulhos
2264 – Guarulhos / Ribeirão Preto

WEBJET
5873 – Ribeirão Preto / Rio
5774 – Rio / Ribeirão Preto
5899 - Ribeirão Preto / Salvador
5890 - Belo Horizonte / Ribeirão Preto

Pantanal
4771 – Uberaba / Ribeirão Preto

WEBJET PEDINDO EXCLUSÃO DE VOOS EM RIBEIRÃO A PARTIR DO DIA 18/02.

Depois da ótima notícia da chegada da Azul em Ribeirão no dia 1º de março com 5 voos para o aeroporto de Viracopos em Campinas. Hoje vem a notícia que a WEBJET está solicitando à ANAC a exclusão dos voos 5872 e 5873 respectivamente Guarulhos/Ribeirão e Ribeirão/Guarulhos a partir do dia 18/02. A empresa que iniciou operações no ultimo 10 de dezembro com um grande destaque na imprensa local das suas 11 partidas diárias de Ribeirão já começa a diminuir seus voos na cidade.
Provavelmente este pedido deve ser para adaptação da malha da empresa que está sofrendo com constantes atrasos, falta de tripulação alem de problemas operacionais. Estes voos cancelados sempre tiveram grandes atrasos em Ribeirão o que com certeza também influenciou na escolha do passageiro o que afeta diretamente a demanda que com certeza foi um dos fatores do pedido de exclusão da rota.
Com a exclusão da rota a empresa passa a operar apenas uma ligação diária entre Ribeirão e Guarulhos. Provavelmente o voo Ribeirão Preto / Rio de Janeiro / Ribeirão Preto operado pela WEBJET no período da manha também será cancelado, isto porque a aeronave que parte para o Rio é a aeronave que realiza a rota Guarulhos/Ribeirão e que teve seu pedido de exclusão solicitado.
Apesar da solicitação ser para a exclusão da rota apenas em 18/02 no site da empresa já não consta mais a opção de venda destes voo a partir de 01/02. Fique atento porque também não consta para venda os vôos 5775 Ribeirão/Rio, 5774 Rio/Ribeirão, 5897 Ribeirão/BH, 5896 BH/Ribeirão. Mesmo com o cancelamento dos voos citados a empresa continua oferecendo uma ligação diária e direta apra estas capitais. Com estes cancelamentos e exclusões a empresa passa a operar 8 partidas diárias em Ribeirão em 01/02.
Se você comprou passagens para estes voos a partir do dia 01/02 ligue o quanto antes na empresa e exija sua re-acomodação seja em voos da WEBJET ou das outras empresas que operam esta rota. É um direito do passageiro não ser prejudicado por estas mudanças da empresa. Com esta mudança Webjet, Passaredo e Pantanal juntas vão operar 8 frequências entre Ribeirão e Guarulhos.
Lembrando que em 27/03/2010 também devem ocorrer grandes mudanças na malha da empresa tanto em Ribeirão Preto como em algumas outras bases da WEBJET.  Das atuais 11 partidas operadas por ela diariamente no Leite Lopes provavelmente ficaremos com 8 ou 9 em razão de adaptações na malha.

Pedidod e exclusão para 18/02
5872 - Guarulhos / Ribeirão Preto
5873 - Ribeirão/Guarulhos

Voos cancelados a partir de 01/02
5775 Ribeirão Preto /Rio de Janeiro 
5774 Rio de Janeiro /Ribeirão Preto
5897 Ribeirão Preto /Belo Horizonte
5896 Belo Horizote /Ribeirão Preto

Dárcy reclama em ofício de falhas e lentidão do Daesp

Prefeita levanta problemas que enfrenta no Leite Lopes e pede ajuda a Afif.


Em um verdadeiro desabafo sobre a situação do aeroporto Leite Lopes, a prefeita Dárcy Vera (DEM) encaminhou no início da semana ofício ao vice-governador Guilherme Afif Domingos (DEM) apontando 26 problemas e dificuldades que enfrenta com o terminal aéreo de Ribeirão Preto.

Em vários pontos, a prefeita acusa o Daesp (Departamento Aeroviário do Estado de São Paulo) de falha e lentidão na solução dos problemas, principalmente junto aos órgãos federais.

O documento, que foi redigido por ela, tem sete páginas e 26 itens enumerados. Ela abre o ofício em nome do município e pede a interveção do vice-governador para viabilizar as melhorias que o aeroporto precisa e que dependem exclusivamente do Daesp.

O documento
Logo no primeiro item, Dárcy afirma que "o Aeroporto Leite Lopes de Ribeirão Preto, na contramão de outros aeroportos do interior, administrados pelo Daesp, tem ocupado o topo do ranking dos aeroportos mais movimentados do Estado e se tornado a cereja do bolo dos aeroportos do Brasil", diz o texto.

Ela explica que, em 2009, quando assumiu a prefeitura, soube que o Comar (Comando da Aeronáutica) havia comunicado ao Daesp, em 2007, que seria suspensa a operação do A-320 da TAM, por causa de 26 obstáculos. A prefeitura conseguiu resolver 24 problemas em um mês.

A prefeita acusa ainda o Daesp de ter assinado com o Ministério Público acordo "impedindo a ampliação da pista e amarrando o futuro de nosso aeroporto, atrapalhando o desenvolvimento econômico e, se houver necessidade, tal atitude precisa ser revista." disse.

Ela ainda cita o fechamento da pista do aeroporto pela Anac (Agência Nacional de Aviação Civil) em 13 de janeiro deste ano, devido à falta de manutenção na pista. O fato, segundo Dárcy, deixou a população indignada.

quarta-feira, 19 de janeiro de 2011

Cancelamentos no Leite Lopes hoje - 10 voos cancelados.

Dos 84 voos programados para Ribeirão Preto hoje pelo menos 10 foram cancelados.


Pantanal/TAM
4770 - Guarulhos è Ribeirão Preto
4770 - Ribeirão Preto è Uberaba
4721 – Ribeirão Preto è São Paulo (congonhas)

WEBJET
5723 – Salvador/Brasília è Ribeirão Preto
5721 – Ribeirão Preto è Curitiba
5722 – Curitiba è Ribeirão Preto
5722 – Ribeirão Preto è Brasília/Salvador
5896 – Belo Horizonte è Ribeirão Preto
5897 - Ribeirão Preto è Belo Horizonte

HORÁRIOS DE VOOS DA AZUL EM RIBEIRÃO PRETO


A Azul Linhas Aéreas chega em Ribeirão Preto no dia 1º de Março de 2011. Serão 5 partidas para o Aeroporto de Viracopos em Campinas de 2ª a 6ª Feira e 3 aos finais de semana. A aeronave utilizada será o ATR72-200 com capacidade para 70 passageiros.
Voo 4301  06:25 /07:18 - 2ª a Sábado
Voo 4303  09:55 /10:50  - 2ª a Sábado
Voo 4305  12:40/13:38 - 2ª a 6ª
Voo 4307  16:00/17:01 - 2ª a Sábado
Voo  4309 19:30/20:36 - Domingo a 6ª
Voo 4381  07:45 / 8:48 - Domingo
Voo 4383  11:25 /12:27 – Domingo

Campinas / Ribeirão Preto
Voo 4300  08:28 /09:30 - 2ª a Sábado
Voo 4302  11:20 /12:15  - 2ª a 6ª
Voo 4304  14:10/15:10 - 2ª a Sábado
Voo 4306  18:04/19:05 - Diário
Voo  4308 22:13 /23:10 - Domingo a 6ª
Voo 4382  10:00 / 11:00 - Domingo
                               Foto: Lucas Coacci - CNFAOVIVO.COM.BR

terça-feira, 18 de janeiro de 2011

Azul com 5 voos diários no Leite Lopes em Março.

Azul confirma voos em março a partir de Ribeirão

 

Será a sexta companhia a operar linhas domésticas pelo aeroporto Leite Lopes

Da reportagem

O sócio fundador da companhia aérea Azul, David Neeleman, confirmou nesta terça-feira que a empresa iniciará a partir de 1º de março as operações no Aeroporto Leite Lopes, de Ribeirão Preto.

Segundo ele, haverá voos diários entre Ribeirão e Campinas, cidade onde está concentrada a maioria das frequências operadas pela Azul.

A empresa deve informar mais detalhes nos próximos dias.

Além de Ribeirão, a companhia, segundo Neeleman, também começará a operar em 1º de março no aeroporto de São José do Rio Preto.

"A estratégia é ligar cidades do interior às principais capitais com voos curtos", afirmou.

A ligação com outras cidades será por meio de escalas e conexões.

Conforme ele, para atender a essa estratégia serão utilizados jatos ATR. Primeiramente, a empresa usará turboélices ATR 72-200 arrendados, mas até que os ATR 77-600 encomendados fiquem prontos e sejam certificados. Foram encomendadas 40 unidades do modelo ATR 72-600.

Antecipação
Segundo a assessoria da Azul, a companhia deverá realizar cinco horários para Campinas de segunda a sexta-feira, e outros cinco de Campinas para Ribeirão.

Já no sábado, serão três até Campinas e outros três de lá para Ribeirão.

No domingo, a empresa prevê mais três horários até Campinas e outros três até Ribeirão. Os horários dependem de liberação pela Agência Nacional de Aviação Civil (Anac)

A Azul será a sexta companhia aérea a operar em Ribeirão Preto.
Em dezembro último, foi a vez da Webjet. Também já operam na cidade a Passaredo, TAM, TRIP e Pantanal.

Leite Lopes adia medição de atrito para madrugada desta quarta-feira (19)

Se chover e a pista ficar molhada, o aeroporto deverá ser fechado.

A medição de atrito que seria feita na pista do aeroporto Leite Lopes na madrugada desta terça-feira (18) foi adiada para a madrugada de quarta-feira (19) por problemas técnicos. O cronograma para o desemborrachamento da pista não sofreu alteração e deve ser concluído até na quinta-feira, segundo o diretor do aeroporto, Álvaro Cardoso Júnior.
O diretor disse que a medição é uma leitura da pista, o que não influencia o trabalho das obras, que segundo ele, está bem avançado.
Segundo o diretor, até quarta-feira (19) dois terços do total da obra será concluído e a medição deve acontecer sem problemas.
Há previsão de chuva com vento para a tarde desta terça-feira (18). Caso a pista fique molhada, o aeroporto será fechado, segundo normas estabelecidas pela Anac (Agência Nacional de Aviação Civil).
Segundo o Daesp (Departamento Aeroviário do Estado de São Paulo), até as 13h, pousos e decolagens seguiram sem atrasos

Azul deve incluir Ribeirão Preto entre destinos

Folha Ribeirão

Em meio aos atrasos e cancelamentos registrados no Leite Lopes, mais uma empresa deve começar a operar em breve no terminal. A Azul deve incluir Ribeirão em seu plano de expansão no primeiro semestre, cuja previsão de anúncio é hoje.
A prefeita de Ribeirão, Dárcy Vera (DEM), disse que recebeu ontem um telefonema da direção da companhia aérea confirmando a inclusão da cidade na sua lista de destinos. Dárcy, porém, não forneceu detalhes.
Em dezembro, o Daesp já havia informado que havia negociações para o início de operações da Azul em Ribeirão. Na época, técnicos da empresa haviam concluído a terceira avaliação da infraestrutura do Leite Lopes para receber os novos voos.
Se a confirmação sair, a Azul será a sexta empresa a operar na cidade -além da TAM, Trip, Pantanal, Passaredo e Webjet

Veto no aeroporto segue até no sábado.

GAZETA DE RIBEIRÃO

'Abre e fecha' cancela oito voos no Leite Lopes nesta segunda

JORNAL A CIDADE
Outros dez registraram atrasos em pousos ou decolagens; alguns passageiros tiveram de ser levados de ônibus para outros aeroportos.


    Foto: Jornal A cidade -Weber sian

O aeroporto Leite Lopes de Ribeirão Preto ficou fechado por três horas na manhã desta segunda-feira, o que provocou o cancelamento de oito voos, de acordo com o Daesp (Departamento Aeroviário do Estado de São Paulo). OUtros dez registraram atrasos em pousos ou decolagens.
As empresas Webjet, Trip e Passaredo remanejaram os passageiros de alguns voos via terrestre. A TAM esperou a reabertura do aeroporto.
O 'abre e fecha' do Leite Lopes ocorre devido à emissão de Notam (Alerta para Pilotos) que suspende as operações na condição de pista molhada.
A medição de atrito na pista do aeroporto que seria feita nesta segunda-feira foi remarcada para a madrugada desta terça. Segundo o Daesp, assim que a empresa responsável pelo serviço fizer a medição, um laudo será emitido e encaminhado para a Anac, que pode liberar a pista a qualquer momento.
De acordo com a Webjet, os dois voos marcados para decolar na manhã desta segunda não conseguiram pousar em Ribeirão e os passageiros que iriam para Confins e Rio de Janeiro seguiram viagem de ônibus.
Os passageiros dos dois voos da Trip, que iriam de Ribeirão Preto a Uberlândia e Rio de Janeiro, foram reacomodados em vans para evitar mais atrasos, já que não havia previsão de abertura no aeroporto.
Depois que o aeroporto abriu, por volta das 9h20, dois voos da TAM decolaram atrasados, e um deles ficou para trás. Já eram 10h15 e o gerente de vendas Paulo Monteiro, de 27 anos, esperava o voo das 8h15. Ele teve que remarcar os voos de Ribeirão Preto para Congonhas e de lá para Brasília e perdeu um compromisso importante. "Peço informação no balcão e eles pedem para esperar. É a primeira vez que embarco no Leite Lopes, mas nunca mais", disse

Aeroporto volta a fechar e afeta 18 voos

FOLHA RIBEIRÃO

Leite Lopes ficou parado até as 9h30 de ontem por causa da decisão da Anac que proíbe operação sob chuva

Prefeita de Ribeirão diz que entregou relatório ao vice-governador sobre os problemas registrados no terminal
LEANDRO MARTINS
DE RIBEIRÃO PRETO

O aeroporto Leite Lopes, em Ribeirão Preto, voltou a ser fechado ontem de manhã por causa da chuva, o que causou o cancelamento de oito voos e atrasou outros dez, segundo o Daesp (Departamento Aeroviário do Estado de São Paulo).
A paralisação das atividades ocorreu em cumprimento à ordem da Anac (Agência Nacional de Aviação Civil), que desde a última quinta proibiu operações com pista molhada, por causa do acúmulo de borracha na pista.
O aeroporto ficou parado até as 9h30, quando voltou a operar. No entanto, o efeito cascata gerado pelos atrasos e cancelamentos causou reflexos até o período da tarde.
Às 12h30, um grupo de quatro amigos aguardava para embarcar para Rondônia, com conexão em Congonhas (SP), pela TAM. O voo deveria ter saído às 8h.
"Não foi uma chuva tão forte e, mesmo assim, o aeroporto fechou. Não esperava problemas desse tipo", disse o estudante Lourival Siqueira Silva Neto, 22.
O presidente estadual do PT e deputado estadual eleito, Edinho Silva, também ficou "preso" no Leite Lopes durante cinco horas, aguardando a liberação do voo que o levaria a Brasília.
"O problema maior é que nenhum tipo de justificativa foi dada para as centenas de pessoas que estavam aguardando", afirmou o petista.
Já a prefeita Dárcy Vera (DEM) disse que um relatório sobre os problemas enfrentados no Leite Lopes foi entregue ontem ao vice-governador do Estado, Guilherme Afif Domingos (DEM).
O documento, diz Dárcy, relacionou 27 itens envolvendo o aeroporto, da necessidade de ampliação da pista ao problema atual de excesso de borracha.
Ontem, o Daesp informou que, além do desemborrachamento iniciado no último sábado, está prevista para começar hoje a medição de atrito da pista. O trabalho é feito durante a madrugada e deve terminar no próximo sábado, segundo o órgão.

segunda-feira, 17 de janeiro de 2011

PROBLEMAS NA WEBJET CANCELA VOOS ATÉ DIA 31/01/2011

Possível falta de tripulantes faz WEBJET cancelar alguns vôos até 31 de janeiro.
Foto: Everton Machado - Airliners.net 
Voos cancelados em Ribeirão Preto ENTRE HOJE E O DIA 31.
5723 è Ribeirão Preto / Brasília / Salvador
5723 è Curitiba / Ribeirão Preto
5722 è Salvador/ Brasília / Ribeirão Preto
5722 è Ribeirão Preto / Curitiba
5896  è Belo Horizonte / Ribeirão Preto
5897 è Ribeirão Preto / Belo Horizonte.
Passageiros com passagens compradas para estes voos devem entrar em contato com a empresa o quanto antes para evitar possíveis transtornos nos aeroportos. A empresa é obrigada a re-acomodar o passageiro destes voos em voos próprios ou de outras cias aéreas.

Voos cancelados em 17/01

WEBJET:
5775 – Ribeirão Preto / Rio de Janeiro
5871 – São Paulo / Ribeirão Preto

Passaredo
2261 – Ribeirão Preto / São Paulo
2202 – São Paulo / Ribeirão Preto
2240 – Ribeirão Preto / Rio de Janeiro
2241 – Rio de Janeiro / Ribeirão Preto
2271 – Ribeirão Preto / Belo Horizonte
2270 – Belo Horizonte / Ribeirão Preto

TRIP
5304 – Ribeirão Preto / Rio de Janeiro

video



Horário de partida de voos do Aeroporto de Ribeirão Preto - Atualizado em 17/01/2011


Horário  Frequência         Voo       Destino                          Empresa:
06:00     Diário                 4771     São Paulo/GRU              PANTANAL/TAM
06:30     2ª a Sábado        4721     São Paulo / CGH            PANTANAL/TAM
06:30     2ª a Sábado        2240     Rio de Janeiro / SDU      PASSAREDO/GOL
06:30     2ª a Sábado        2271     Belo Horizonte / PLU     PASSAREDO/GOL
06:30     2ª a Sábado        2371     Porto Alegre                  PASSAREDO/GOL
07:15     Domingo a 6      2230      Vitória da Conquista     
                                                        Brasília
                                                        Barreiras (BA)
                                                        Salvador                       PASSAREDO/GOL
08:15     2ª a sábado        3277      São Paulo/ CGH            TAM
08:49     Domingo             3623      São Paulo / CGH           TAM
08:20     Diário                  5775      Rio de Janeiro / GIG       WEBJET
08:55     Diário                  5891      Belo Horizonte / CNF      WEBJET
09:00     2ª a sábado        5580      Rio de Janeiro / SDU      TRIP
09:20     2ª a sábado        2207      São Paulo / GRU             PASSAREDO/GOL
09:25     Diário                 2202      Ji-Parana            
                                                      Goiânia
                                                      Cuiabá                              PASSAREDO/GOL
09:35     2ª a 6ª               2232      Brasília                             PASSAREDO/GOL
09:35     2ª a 6ª               5423      Belo Horizonte / PLU    
                                                      Uberlândia                       TRIP
09:45     2ª a sábado        2281      Curitiba                          PASSAREDO/GOL
11:15     Sábado               5583      Belo Horizonte / PLU    
                                                       Uberlândia                     TRIP
11:45     Diário                 5873      São Paulo/ GRU             WEBJET
12:00     Diário                 5722      Curitiba                          WEBJET
12:10     2ª a 6ª                2244      Rio de Janeiro / SDU     PASSAREDO/GOL
12:35     Diário                 5899      Salvador                         WEBJET
13:15     2ª a sábado        2265      São Paulo / GRU            PASSAREDO/GOL
13:30     Diário                 3271      São Paulo / CGH              TAM
14:45     Diário                 4772      São Paulo/ Guarulhos      PANTANAL/TAM
15:03     Diário                 5710      Salvador             
                                                       São Paulo/ GRU
                                                      B. Horizonte /CNF           WEBJET
15:20     2ª a 6ª                2232      Brasília                          PASSAREDO/GOL
15:20     Diário                 5893      Navegantes                   WEBJET
15:30     Domingo a 6      2287      Curitiba                          PASSAREDO/GOL
16:00     Diário                 5723      Salvador             
                                                       Brasília                           WEBJET
16:00     Domingo a 6      2269      São Paulo / GRU              PASSAREDO/GOL
17:47     Domingo            2238      Brasília                           PASSAREDO/GOL
18:30     Diário                 5777      Rio de Janeiro / GIG       WEBJET
18:40     Domingo a 6      2248      Rio de Janeiro / SDU       PASSAREDO/GOL
18:45     Domingo a 6      2279      Belo Horizonte / PLU      PASSAREDO/GOL
18:50     Domingo a 6      2206      Ji-Parana            
                                                      Goiânia
                                                      Cuiabá                              PASSAREDO/GOL
19:20     Domingo a 6      5422      Rio de Janeiro / SDU        TRIP
20:10     Domingo  a 6     5581      Belo Horizonte / PLU    
                                                      Uberlândia                        TRIP
20:20     Diário                 2203      São Paulo / GRU               PASSAREDO/GOL
21:02     Diário                 3275      São Paulo / CGH               TAM
21:05     Diário                  4770      Uberaba                           PANTANAL/TAM
22:00     Diário                  5897      Belo Horizonte / CNF       WEBJET
22:05     Diário                  5705      Porto Alegre                     WEBJET
22:35     Domingo a 6      5370      São José do Rio Preto        PASSAREDO

Horário   Freqüência          voo        Destino                           Cia Aérea