terça-feira, 26 de julho de 2011

Daesp reforça medidas antipipas no aeroporto de Ribeirão. - Jornal A Cidade

Crianças e adolescentes invadem pista do Leite Lopes e colocam aeronaves em risco.




O Daesp (Departamento Aeroviário do Estado de São Paulo) reforçou desde o último domingo (24) a segurança no entorno da pista do aeroporto Leite Lopes, em Ribeirão Preto, para proibir a invasão de crianças e de adolescentes no local atrás de pipas.
A medida emergencial entrou em vigor depois de o aeroporto ter ficar fechado no último sábado (23) por 50 minutos e atrasado os voos em até uma hora e meia.
Para ter acesso à área livre no entorno da pista, adolescentes romperam em mais de 10 pontos o alambrado que cerca o aeroporto. A maioria dos garotos que brincam no local moram na Favela da Mata, próxima ao aeroporto. Mesmo com os seguranças no local, a reportagem flagrou crianças passando pelo alambrado.
Por meio da assessoria de imprensa, o Daesp informou que equipes de segurança foram deslocadas para os pontos frágeis, onde ocorrem as invasões com maior frequência. "O Daesp também faz a manutenção constante dos alambrados do aeroporto, já que os menores danificam a cerca. Além destas medidas, enviou ofício ao Ministério Público e ao Juizado da Infância e Juventude de Ribeirão", diz o órgão.
Monitoramento por vídeo
Outra estratégia para reforçar a segurança será a instalação de câmeras em diversos pontos do Leite Lopes. O departamento afirma, ainda, que finaliza a elaboração da licitação para contratação do circuito de vigilância.
Um adolescente de 14 anos confirmou que todos os dias invade a área no entorno da pista de pouso e decolagem para resgatar as pipas. "Eu não vou perder a minha pipa, não. Nem sempre a gente tem dinheiro para comprar uma outra", disse o menor.
Uma criança de 10 anos disse que alguns seguranças do aeroporto até pegam os brinquedos para eles e devolvem em seguida. "Alguns tios são legais. Eles pegam para a gente e pedem para não soltar próximo do aeroporto. Outros rasgam e fazem caretas para a gente", falou o garoto.

Nenhum comentário:

Postar um comentário