quarta-feira, 2 de fevereiro de 2011

Ampliação Ameaçada - Gazeta de Ribeirão Preto

O Jornal Gazeta de Ribeirão trouxe uma matéria interessante sobre o novo obstáculo para ampliação do aeroporto. A Defensoria Pública do estado conseguiu barrar o programa de desfavelamento da cidade. Me assusta esta atitude deste órgão, a prefeitura com apoio do judiciário vem desenvolvendo um programa para erradicação das favelas da cidade. Programa este premiado nacionalmente.

Vem agora um defensor público e na defesa de 13 famílias que por alguma irregularidade, seja lá qual for, teve indeferido o cadastramento para remoção para uma moradia digna e barra um projeto premiado? Como é que pode o interesse de 13 famílias que ocupam uma área irregular barrar a mudança das demais. Será que é correto isto?

O problema foi que 13 famílias não conseguiram se cadastrar e sendo assim não teriam direito a uma casa e seriam removida sem o direito à uma nova moradia. Desta forma se as 13 famílias não podem ser removidas o projeto perde seu intuito que é acabar com as favelas. Sendo que a prefeitura agora não vai remover ninguém enquanto esta liminar que garantiu aos 13 invasores a permanência no terreno.

Tem coisas que eu não entendo sinceramente. Outro dia o mesmo programa de desfavelamento foi remover algumas famílias de uma área de risco e os moradores foram reclamar na defensoria que eles queriam uma casa e não um apartamento. Que o programa minha casa minha vida garante uma casa e não um apartamento. Conclusão estas pessoas preferiram ficar na área de risco do que mudar para um apartamento digno.





video
Reportagem da Rede Record sobre as pessoas que recusaram os apartamentos "dados" pela prefeitura. Quando agente acha que já viu de tudo... Tem gente que nasceu pra viver na pobreza mesmo me descuple.

Nenhum comentário:

Postar um comentário